Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1058
Título: Características das redes sociais de pessoas idosas em Portugal
Autores: Guadalupe, Sónia
Vicente, Henrique
Daniel, Fernanda
Palavras-chave: Redes sociais - Social networks
Redes pessoais - Personal social networks
Idosos - Elderly
Suporte social - Social support
Data: 20-dez-2019
Editora: Egolab-GRAFO
Citação: Guadalupe, S., Vicente, H.T., & Daniel, F. (2019). Características das redes sociais de pessoas idosas em Portugal. Redes, Revista Hispana para el análisis de redes sociales, 30 (2), 199-215. https://doi.org/10.5565/rev/redes.816
Resumo: Este estudo descreve as redes sociais pessoais de idosos em Portugal, nas suas características estruturais, funcionais e relacionais-contextuais. Participaram 612 idosos com 65+ anos de idade (M=76; DP=7,6), na sua maioria mulheres (63%), com filhos (88,2%), e que não vivem sós (78,8%). Estruturalmente as redes apresentam um tamanho médio para a faixa etária (M=7,9), são centradas nas relações familiares e muito coesas. São compostas dominantemente por laços familiares (76%), seguindo-se os laços de amizade (13%) e os de vizinhança (8%). Funcionalmente são percebidas como suportativas e recíprocas, associando-se aos laços familiares níveis mais elevados de suporte emocional, tangível e informativo (p<0,01). Relacional-contextualmente são estáveis temporalmente, heterogéneas quanto ao sexo e ao grupo etário. A frequência de contactos é plurisemanal e há proximidade geográfica com os membros da rede, vivendo mais próximos e tendo contactos mais frequentes com membros extrafamiliares (p<0,01; p<0,05). O perfil das redes sociais pessoais tem interesse epidemiológico para profissionais e atores que interferem organizacional e politicamente na intervenção com população idosa, para compreenderem as condições de provisão social das redes informais e equacionarem a promoção do bem-estar individual e social desta população. / This study describes the personal social networks of the elderly in Portugal, in their structural, functional and relational-contextual characteristics. 612 elderly people aged 65+ (M=76, SD=7.6) participated, mostly women (63%), with offspring (88.2%) and not living alone (78.8%). Structurally, networks have a medium size for this population (M=7.9), are centered in family relations and have high leves of cohesiveness. They are composed mainly of family ties (76%), followed by friendship ties (13%) and neighborhood ties (8%). Functionally they are perceived as supportative and reciprocal, with family ties associated to higher levels of emotional, tangible and informative support (p<0.01). Regarding relational-contextual variables, they are temporally stable and heterogeneous in gender and age. They are also characterized by multiple contacts per week and geographic proximity with network members. Extrafamilial members live closer to the focal person and engage in more frequent contacts (p<0.01, p<0.05). The profile definition of personal social networks has epidemiological interest for professionals, key actors and stakeholders that are involved, organizationally and politically, in elderly directed interventions, mainly to understand the conditions of social provision of informal networks and to equate the promotion of individual and social well-being in this population.
URI: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1058
ISSN: 1579-0185
Aparece nas colecções:Publicações Científicas em Serviço Social

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2019 Revista_Redes_816-2976-3-PB.pdfDocumento423.53 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.