Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1096
Título: From abominable to estimable (or tolerable) “home”: reconfiguring representations related to institutionalization
Outros títulos: De “lar” abominado a estimado (ou tolerado): reconfiguração das representações sobre institucionalização
Autores: Daniel, Fernanda
Brites, Ana Paula
Monteiro, Rosa
Vicente, Henrique
Palavras-chave: Envelhecimento - Ageing
Institucionalização - Institutionalization
Representações sociais - Social representations
Data: out-2019
Editora: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo ; Associação Paulista de Saúde Pública
Citação: Daniel, F., Brites, A. P., Monteiro, R. & Vicente, H. T. (2019). From abominable to estimable (or tolerable)“home”: reconfiguring representations related to institutionalization. Saúde e Sociedade, 28 (4), 214-228. DOI: 10.1590/S0104-12902019180699
Resumo: Este estudo pretende identificar e analisar as representações que pessoas idosas institucionalizadas têm das estruturas residenciais que habitam. A hipótese formulada é a de que as pessoas idosas, quando institucionalizadas, poderão alterar a sua representação eivada de conteúdos avaliativos negativos de acordo com o cenário encontrado. Na pesquisa optou-se por uma abordagem metodológica qualitativa, e o procedimento metodológico utilizado para coleta do material empírico foi a entrevista semiestruturada. Tomou -se como ponto de partida a teoria das representações sociais, desenvolvida por Serge Moscovici, para testar a ideia de que a experiência vivencial de entrada e estadia numa estrutura residencial para idosos poderá contribuir para uma alteração no sistema periférico das representações sociais do objeto, aliviando a carga negativa do seu núcleo central enquanto representação hegemónica. Foi possível perceber que a transformação das representações acontece por efeito de fatores experienciais e contextuais, na sequência de novas práticas sociais decorrentes do “viver em uma estrutura residencial”. Nesse sentido, duas das principais contribuições deste estudo são a identificação e a análise das práticas potenciadoras de transformação da representação negativa da estrutura residencial, estruturadas numa tipologia tripartite: (1) conforto material e físico; (2) fuga à solidão; (3) manutenção da ligação à família. / This study aims to identify and analyze representations of institutionalized elderly regarding the residential facilities where they live. The hypothesis formulated in this study is that elderly people, when institutionalized, may change their representations, which entail negative evaluative contents, depending on the scenario they encounter. This study used a qualitative approach, with a semi-structured interview specifically designed for empirical data collection. Serge Moscovici’s social representation theory was used as the theoretical framework to test the hypothesis that the experience of being admitted to and staying in a residential care facility for the elderly can contribute to changes in the peripheral system of social representations of the object, reducing the negative weight on its central core as a hegemonic representation. The results indicate that transformation of social representations is associated with experiential and contextual factors, occurring mainly as a result of new social practices within institutional daily life. Two of the major contributions of this study consisted in the identification and analysis of a tripartite typology of practices driving transformation of negative representations regarding residential care facilities, namely: (1) physical and material comfort; (2) escape from loneliness; and (3) preservation of family connections.
URI: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1096
ISSN: 0104-1290
1984-0470
Aparece nas colecções:Publicações Científicas Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
From abominable to estimable (or tolerable) home - Reconfiguring representations related to institutionalization.pdfDocumento148.26 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.