Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1138
Título: Importância dos Enfermeiros na Identificação do Cyberbullying: revisão sistemática
Outros títulos: Importance of Nurses in the Identification of Cyberbullying: systematic review
Autores: Mendes, José Carlos da Silva
Queirós, Susana
Pedro, Marina
Oliveira, Marta
Palavras-chave: Cyberbullying, Crianças, Adolescentes, Enfermeiros, Cuidados de Saúde Primários
Data: 28-fev-2019
Editora: Departamento de Investigação & Desenvolvimento
Citação: Mendes, J. C. da S., Queirós, S., Pedro, M., & Oliveira, M. (2019). Importância dos enfermeiros na identificação do cyberbullying: Revisão sistemática. Revista Portuguesa De Investigação Comportamental E Social, 5(1), 99-110. https://doi.org/10.31211/rpics.2019.5.1.105
Relatório da Série N.º: 8;
Resumo: Objetivo: O cyberbullying tem despertado a atenção na comunidade científica, existindo já uma maior preocupação por parte dos órgãos políticos perante um tema que se revela uma preocupação de saúde pública. Com a presente revisão sistemática da literatura pretende-se compreender a abordagem dos cuidados de saúde primários na identificação e prevenção do cyberbullying em crianças/jovens. Método: Com recurso a várias bases de dados (PubMed, Google Scholar, Web of Science e EBSCO), pesquisaram-se artigos científicos utilizando os operadores booleanos AND e NOT com as palavras chave Cyberbullying, Child, Adolescent e Primary Health Care. Incluíram-se os artigos entre os anos 2013 e 2018 com resumo e texto completo. Resultados: Identificaram-se no total sessenta e três artigos. Vinte e três artigos eram duplicados, onze artigos eram periódicos de revistas consideradas de cariz não-científico. Após leitura integral, eliminaram-se vinte e quatro artigos, em que somente cinco cumpriram com os critérios de inclusão. Conclusão: As Tecnologias de Informação e Comunicação apresentam benefícios e malefícios, onde a família/pessoa significativa e os enfermeiros desempenham um papel primordial na prevenção e antecipação de comportamentos de risco para o desenvolvimento integral da criança/jovem. Justifica-se um maior investimento na formação de profissionais de saúde, dotando-os de estratégias de avaliação e intervenção na prevenção do cyberbullying, identificando vítimas e agressores em todos os contextos (escolar, familiar, cuidados de saúde primário e emergência hospitalar). Não tendo sido encontrados estudos realizados na Europa, sugere-se maior investigação que permita melhor compreender a promoção positiva do cuidar da criança/jovem e família perante o cyberbullying.
URI: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1138
ISSN: 2183-4938
Aparece nas colecções:Publicações Científicas Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
105-Texto Artigo-1055-3-10-20190301.pdf223.74 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.