Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1149
Título: Validação da Versão Portuguesa de Spiritual Well-Being Questionnaire em Idosos Institucionalizados
Outros títulos: Validation of the Portuguese Spiritual Well-Being Questionnaire in Institutionalized Older Adults
Autores: Neves, Mariana
Queiroz-Garcia, Inês
Espírito-Santo, Helena
Lemos, Laura
Palavras-chave: Pessoas Idosas, Institucionalização, Avaliação, SWBQ, Bem-estar espiritual
Data: 28-fev-2018
Editora: Departamento de Investigação & Desenvolvimento
Citação: Neves, M., Garcia, I. Q., Espirito-Santo, H., & Lemos, L. (2018). Validação da versão portuguesa de Spiritual Well-Being Questionnaire em idosos institucionalizados. Revista Portuguesa De Investigação Comportamental E Social, 4(1), 34-42. https://doi.org/10.31211/rpics.2018.4.1.70
Relatório da Série N.º: 5;
Resumo: Contexto e Objetivo: É incontornável a importância que o conceito de bem-estar espiritual assume nos dias de hoje. A investigação é escassa na população idosa institucionalizada, sendo assim importante o desenvolvimento de instrumentos no âmbito do bem-estar espiritual validados para esta população. Este estudo tem como principal objetivo a análise das qualidades psicométricas e a validação da versão portuguesa do Spiritual Well-Being Questionnaire (SWBQ). Método: A amostra incluiu 101 pessoas idosas institucionalizadas da zona de Coimbra (n = 51; 50,5%) e Aveiro (n = 50; 49,5%), com idades compreendidas entre os 65 e os 96 anos, 33 (32,7%) eram do sexo masculino e 68 (67,3%) do sexo feminino. Para além do SWBQ, foram administrados a Escala sobre a Esperança, a Escala de Otimismo, o Geriatric Anxiety Inventory e a Geriatric Depression Scale. Resultados: O SWBQ apresentou uma estrutura fatorial de três fatores (ambiental, transcendental e humanitário), diferente da versão original cuja estrutura fatorial apontava para quatro fatores. A consistência interna foi adequada e a validade convergente e divergente não atestaram a sua validade de constructo. O bem-estar espiritual foi diferente de forma estatisticamente significativa a nível do sexo (p < 0,01), estado civil (p < 0,05) e profissão (p < 0,05). Conclusões: Este estudo contribuiu para a disponibilização de um novo instrumento para a avaliação do bem-estar espiritual nas pessoas de idade avançada institucionalizadas, tendo evidenciado características psicométricas razoáveis, devendo, no entanto, ser replicado em amostras com outras características para a confirmação destes dados.
URI: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1149
ISSN: 2183-4938
Aparece nas colecções:Publicações Científicas Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
70-Texto Artigo-536-1-10-20180301.pdf205.73 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.