Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/296
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorAraújo, Fernando de-
dc.contributor.authorPereira, Severina Gomes (Orientadora)-
dc.contributor.authorSilva, Washington Luiz Martins da (Coorientador)-
dc.date.accessioned2013-11-26T18:35:03Z-
dc.date.available2013-11-26T18:35:03Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.urihttp://dspace.ismt.pt/xmlui/handle/123456789/296-
dc.description.abstractA presente dissertação pretende avaliar como os membros das organizações relacionam a prática das danças circulares com elementos do comportamento organizacional. A pertinência desta investigação consiste no fato de estudos e intervenções direcionadas ao comportamento organizacional poderem impactar positivamente o desempenho tanto dos servidores quanto da organização como um todo. As organizações estão enfrentando desafios que demandam teorias e práticas que as fortaleçam, buscando-se atender às necessidades de todos que a compõe. A profundidade dessas mudanças faz com que seja necessário alinhar-se o esforço individual ao grupal. Necessita-se o aprendizado em grupo, o pensamento sistêmico. As danças circulares parecem proporcionar efeitos de bem-estar, segurança, solicitude, cooperação, abertura ao diálogo e eles são extremamente importantes em relação a diversos aspectos da organização, como liderança, hierarquia, motivação, poder, clima organizacional, cultura, comunicação, etc. Seus efeitos, por conseguinte, podem fazê-las importante instrumento que melhore os ambientes de trabalho, além de proporcionarem uma conscientização quanto à importância de levar às organizações o tema da sustentabilidade. A sustentabilidade insere-se no paradigma eco-humanista, alinhado, por sua vez, ao resgate da inteireza do homem. As danças circulares, podem expressar e materializar tal paradigma, de modo a favorecer o comprometimento, a motivação e a participação nas organizações. / This dissertation aims evaluate how the members of organizations relate the practice of circle dances with elements of organizational behavior. Its importance derives in the fact that studies and interventions addressed to the organizational behavior may impact positively both the performance of the workers as well of the organization as a whole. The organizations are facing challenges that need theories and practices to strengthen them, in order to fill the needs of all its members. The depth of the changes makes it necessary to encompass the individual and the grupal efforts. It is necessary the group learning and the systemic thinking. The circle dances seems to provide effects such as well being, security, solicitude, cooperation, openness to dialogue and they are extremely important related to various aspects of organization, as leadership, hierarchy, motivation, power, organizational climate, culture, communication, etc. Its effects, thus, may make them important tool to the betterment of the work environment, besides allow the awareness of the importance to bring to organizations the theme of sustainability. The sustainability is a part of the eco-humanistic paradigm, related to the integrity of man. The circle dance may express and materialize this paradigm, helping commitment, motivation and participation in the organizations.pt_PT
dc.language.isootherpt_PT
dc.publisherISMTpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.subjectOrganizações - Organizationspt_PT
dc.subjectComportamento organizacional - Organizational behaviorpt_PT
dc.subjectDanças circulares - Circle dancespt_PT
dc.subjectEco-humanismo - Eco-humanismpt_PT
dc.titleDanças Circulares e o Eco-humanismo nas Organizaçõespt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
Aparece nas colecções:Dissertações e Relatórios de Mestrado J-P-E

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FERNANDO ARAÚJO parte 1.pdfParte 138.52 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir
FERNANDO ARAÚJO parte 2.pdfParte 22.68 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.