Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/33
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorAlmeida, Vasco-
dc.date.accessioned2013-01-16T13:23:05Z-
dc.date.available2013-01-16T13:23:05Z-
dc.date.issued2011-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/33-
dc.description.abstractEste artigo parte de uma revisão crítica à teoria dos bens coletivos e à teoria da falha do contrato para mostrar que o terceiro setor não deve ser encarado como um resíduo deixado pelo mercado e pelo estado, mas sim como uma forma de coordenação da atividade socioeconómica. tendo como cenário empírico a evolução do terceiro setor em Portugal, pretende‐se mostrar que o seu papel crescente na governação se traduziu no aumento da diversidade e da complexidade dos processos socioeconómicos, quer a perspetiva de análise se situe ao nível micro, quer se desloque para o plano macrossocial. em virtude da sua crescente importância na governação socioeconómica, o terceiro setor tem provocado uma redefinição das regras do jogo e uma transformação da própria lógica de funcionamento do mercado, do estado e da comunidade.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.publisherRevista Crítica de Ciências Sociaispt_PT
dc.relation.ispartofseriesnº 54-
dc.rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccesspt_PT
dc.subjectEstadopt_PT
dc.subjectmercadopt_PT
dc.subjectsistemas socioeconómicospt_PT
dc.subjectteoria económicapt_PT
dc.subjectterceiro setorpt_PT
dc.titleEstado, mercado e terceiro setor: A redefinição das regras do jogopt_PT
dc.typearticlept_PT
Aparece nas colecções:Publicações Científicas J-P-E

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RCCS 95_Vasco Almeida.pdf113.47 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.