-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/380
Título: Relação entre as Memórias Emocionais Positivas, Mindfulness, Sentimentos de Esperança e a Psicopatologia na Adolescência
Autores: Santos, Ana Filipa de Almeida
Palavras-chave: Memórias precoces de calor e segurança - Early memories of warmth and security
Mindfulness - Mindfulness
Esperança - Hope
Psicopatologia - Psychopathology
Data: 2013
Editora: ISMT
Resumo: O aumento da prevalência de distúrbios psiquiátricos entre os adolescentes (Collishaw, Maughan, Goodman & Pickles, 2004) tem levado alguns autores a insistir na necessidade de explorar novos meios terapêuticos, nomeadamente intervenções de cariz positivo baseadas no mindfulness e na esperança. O presente estudo pretende perceber as relações entre as memórias precoces de calor e segurança, as competências de mindfulness, os sentimentos de esperança e a manifestação de sintomatologia psicopatológica na adolescência, analisando o efeito do género, da idade e do percurso escolar num grupo de 210 alunos (98 do sexo feminino e 112 do sexo masculino) do ensino secundário, com idades compreendidas entre os 15 e os 19 anos (M=16,87+1,21). Procura igualmente analisar qual o conjunto de variáveis que melhor prediz os sintomas de depressão e de ansiedade na adolescência. Os participantes preencheram quatro instrumentos de auto resposta que avaliaram as memórias precoces de calor e segurança (EMWSS-A), as competências de mindfulness (CAMM), os sentimentos de esperança (CHS) e os sintomas de ansiedade, depressão e stress (EADS-21). Os resultados obtidos demonstram que os rapazes apresentam maiores competências de mindfulness e esperança, assim como níveis mais baixos de sintomas psicopatológicos (depressão, ansiedade e stress). A idade apenas se correlacionou com as memórias precoces de calor e segurança, sugerindo que são os alunos mais novos quem refere mais memórias positivas da infância. Também se verificou que os alunos com historial de insucesso no seu percurso escolar apresentam níveis mais elevados de sintomatologia depressiva e ansiosa e menos memórias positivas precoces. Foram encontradas correlações entre as variáveis em estudo no sentido esperado. Por último, as competências de mindfulness e as memórias de calor e segurança foram os melhores preditores da sintomatologia depressiva, explicando o modelo 32% da variância. No caso da sintomatologia ansiosa, para além do mindfulness e das memórias de calor e segurança, acresce ainda a variável sexo como significativa, no modelo preditor. Assim, níveis mais baixos de mindfulness, menos memórias emocionais positivas e pertencer ao sexo feminino predizem valores mais elevados de ansiedade. Esta investigação vem confirmar e reforçar o que está descrito na literatura sobre a importância das memórias precoces de calor e segurança e os benefícios das intervenções psicológicas de cariz positivo, nomeadamente das baseadas no mindfulness e na esperança, durante este período de profundas alterações e grande vulnerabilidade que é a adolescência. / The increased of the prevalence of psychiatric disorders among adolescents (Collishaw, Maughan, Goodman & Pickles, 2004) has led some authors to claim the need to explore new therapeutic measures, including positive-oriented interventions based on mindfulness and hope. This study aims to understand the relationship between early memories of warmth and security, mindfulness, hope and psychopathological symptoms during adolescence, analyzing the effect of gender, age and educational background in a group of 210 students (98 female and 112 male) secondary school aged 15 to 19 years (M = 16.87 +1.21). It also seeks to analyze the variables that best predicts symptoms of depression and anxiety in adolescence. Participants completed four instruments that evaluated early memories of warmth and security (EMWSS-A), the capabilities of mindfulness (CAMM), feelings of hope (CHS) and the symptoms of anxiety, depression and stress (DASS-21). The results show that boys have higher skills of mindfulness and hope as well as lower levels of psychopathological symptoms (depression, anxiety and stress). Age was correlated with early memories of warmth and security, suggesting that the younger students referes more positive memories of childhood. It was also found that students with a history of failure in their schooling have higher levels of depressive and anxious symptoms and less positive early memories. Correlations were found between the variables in the expected direction. Finally, the skills of mindfulness and memories of warmth and security were the best predictors of depressive symptomatology, with the model explaining 32 % of the variance. In the case of anxiety symptoms, sex as significant influence in the predictive model, in addition to mindfulness and memories of warm and security. Thus, being a female adolescent, have lower levels of mindfulness and less positive emotional memories predicted higher levels of anxiety. This investigation confirms and reinforces what is described in the literature about the importance of early memories of warmth and security and the benefits of positive psychological interventions, particularly those based on mindfulness and hope during this time of profound changes and great vulnerability that is the adolescence.
URI: http://dspace.ismt.pt/xmlui/handle/123456789/380
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ficheiro_temporario.pdf2.33 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.