-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/699
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorMoniz, Mariana Melo-
dc.contributor.authorSequeira, Joana (Orientadora)-
dc.date.accessioned2017-02-02T16:09:01Z-
dc.date.available2017-02-02T16:09:01Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/699-
dc.description.abstractA literatura realça a importância do impacto dos estilos parentais e da comunicação no desenvolvimento em crianças e adolescentes ao longo do tempo. O presente estudo visa analisar a perceção da parentalidade e da comunicação em crianças, adolescentes e pais, nas ilhas de Santa Maria e São Miguel (Açores). Participaram 516 sujeitos, 258 pais (49 pais e 209 mães), 109 crianças em idade escolar (7-11 anos) e 149 adolescentes (12-16 anos). Existe uma relação de parentesco entre pais e filhos (crianças ou adolescentes). O protocolo de investigação incluiu os seguintes instrumentos: Inventário para análise da comunicação para pais e filhos, que consta de uma versão para os pais, crianças e adolescentes – COMPA – Escala de Avaliação da Comunicação na Parentalidade; e o Inventário para análise dos estilos parentais, havendo uma versão para pais, crianças e adolescentes – EMBU – Questionário de Avaliação da Perceção das Práticas Parentais. Os resultados sugerem que existem diferenças entre pais e filhos (crianças e adolescentes) nas várias dimensões da parentalidade e comunicação. Há diferença com respeito às idades e sexo dos filhos relativamente à perceção da parentalidade e à comunicação. Existem diferenças na perceção de comunicação entre pais e filhos e vice-versa em função do local de residência. Os resultados do estudo também remetem para a forma distinta como a comunicação é percecionada pelos pais e pelos filhos adolescentes e crianças. É tom de conclusão não é possível determinar se perante filhos os pais desenvolvem determinados estilos parentais e de comunicação ou se são os estilos parentais e de comunicação dos pais que influenciam o desenvolvimento de um determinado comportamento nos filhos. Deve ser promovido na prática clínica e em contextos normativos da vida das famílias, um estilo parental com base no suporte emocional/afeto e uma comunicação familiar com proximidade e abertura. A harmonia entre vários contextos em que os filhos estão inseridos, amplifica a probabilidade das crianças e adolescentes terem um desenvolvimento saudável. / The literature emphasizes the importance and the impact of parenting styles and communication in children and adolescents development over time. The focus of this study is to analyse the perception of parenting and communication in children, adolescents and parents on the island of Santa Maria and Sao Miguel (Azores). Participants are 516 subjects, 258 parents (49 fathers and 209 mothers), 109 school-age children (7-11 years) and 149 adolescents (12-16 years). There is a family relation between parents and children, or adolescents. The research protocol included the following instruments: Inventory for communication analysis for parents and children, which consists of a version for parents, children and adolescents - COMPA - Perception Scale of Parenting Communication; and the Inventory for analysis of parenting styles, having a version for parents, children and adolescents - EMBU – Evaluation Form of Parental Styles Perception. The results suggest that there are differences between parents and children (young children and adolescents) in the parenting and communication dimensions. There are differences regarding children’s age and sex, about perception of parenting and communication. There are differences in the perception of communication between parents and children and vice versa, according the residence (Santa Maria and São Miguel). The study results also refer to the distinctive way communication is perceived by parents and children (young children and adolescent). In conclusion, it’s not possible to verify if the parents, regarding their children, develop certain parenting and communication styles, or if it’s the parenting and communication styles that induce the development of a particular behaviour in children. It should be promoted in clinical practice and normative contexts of family life, a parenting style based on emotional support/affection and family communication with proximity and openness. The harmony between multiple contexts in which children are inserted, amplifies the probability that children and adolescents have a healthy development.pt_PT
dc.language.isootherpt_PT
dc.publisherISMTpt_PT
dc.subjectParentalidade - Parentingpt_PT
dc.subjectComunicação - Communicationpt_PT
dc.subjectCrianças - Childrenpt_PT
dc.subjectAdolescentes - Adolescentspt_PT
dc.titlePercepção da Parentalidade e da Comunicação em Crianças, Adolescentes e Pais: estudo comparativo – ilhas de São Miguel e Santa Mariapt_PT
dc.typemasterThesis-
dc.identifier.tid201722194-
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese_final_Mariana_pdf.pdf684.99 kBAdobe PDFVer/Abrir
APÊNDICES..pdf168.39 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.