-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/942
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorRaimundo, Elsa Oliveira Narciso-
dc.contributor.authorGalhardo, Ana (Orientadora)-
dc.date.accessioned2018-12-05T10:53:57Z-
dc.date.available2018-12-05T10:53:57Z-
dc.date.issued2018-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/942-
dc.description.abstractIntrodução: As redes sociais fazem parte do quotidiano da sociedade atual e a sua utilização tem vindo a aumentar exponencialmente no número de utilizadores e na quantidade de horas que lhes é dedicada, tendo como público principal os jovens. Com a evolução destas torna-se essencial a existência de um instrumento que avalie o seu uso. Neste contexto foi desenvolvida a Social Media Disorder Scale (SMD Scale), que demonstrou ser uma medida válida e fidedigna de avaliação do grau de dependência das redes sociais. Objetivos: A presente investigação teve como objetivo o desenvolvimento da versão portuguesa da Social Media Disorder Scale (SMD Scale-PT) e o estudo da sua estrutura fatorial e propriedades psicométricas em estudantes do ensino superior. Método: Uma amostra de 297 estudantes, 205 mulheres (69%) e 92 homens (31%), a frequentar o ensino superior procedeu ao preenchimento, online, de um questionário sociodemográfico e dos instrumentos de autorresposta Social Media Disorder Scale (SMD Scale), Escala de Ansiedade, Depressão e Stress 21 (EADS-21), Internet Addiction Test (IAT) e Nomophobia Questionnaire (NMP-Q). Resultados: A SMD Scale-PT revelou uma estrutura fatorial unidimensional, com os seguintes valores indicadores de ajustamento: χ2/gl = 2.078, CFI = .934, GFI = .964, TLI = .906, RMSEA = .060, MECVI = .315. No que diz respeito à consistência interna, o valor do alfa de Cronbach encontrado foi .67 e de fiabilidade compósita (FC) foi de .70. A SMD Scale-PT mostrou-se positivamente correlacionada com o IAT e o NMP-Q, que avaliam constructos semelhantes. No que respeita à associação da SMD Scale-PT com os sintomas emocionais negativos avaliados pela EADS-21 observaram-se igualmente correlações positivas e estatisticamente significativas. Conclusão: A versão portuguesa da SMD Scale-PT, ainda que tenha revelado algumas fragilidades, demonstrou uma estrutura fatorial idêntica à dos estudos das demais versões e propriedades psicométricas adequadas. Este estudo apontou ainda possíveis modificações que poderão contribuir para um aperfeiçoamento desta medida. / Introduction: Social media are part of everyday life in society and its use has been exponentially increasing both in number of users and in number of hours dedicated to them, with young people as their main audience. With the evolution of social media the existence of an instrument to assess its use is essential. In this context, the Social Media Disorder Scale (SMD Scale) was developed, and proved to be a valid and reliable measure of social media degree of addiction. Objectives: The development of the Portuguese version of the Social Media Disorder Scale (SMD Scale-PT) and study of its factor structure and psychometric properties in college students. Methods: A sample of 297 students, 205 women (69%) and 92 men (31%), attending higher education completed online self-report instruments including: socio-demographic questionnaire, the Social Media Disorder Scale (SMD Scale), the Anxiety, Depression and Stress Scale - 21 (EADS-21), the Internet Addiction Test (IAT) and the Nomophobia Questionnaire (NMP-Q). Results: SMD Scale-PT revealed a unidimensional factor structure, with the following adjustment indicators: χ2/gl = 2.078, CFI = .934, GFI = .964, TLI = .906, RMSEA = .060, MECVI = .315. As far as internal consistency is concerned, the Cronbach’s alpha was .67 and composite reliability (FC) was .70. The SMD Scale-PT was positively correlated with IAT and NMP-Q, which assess similar constructs. Regarding the association of SMD Scale-PT with the anxiety, depressive and stress symptoms assessed by the DASS-21, there were also positive and statistically significant correlations. Conclusion: The Portuguese version of the SMD Scale-PT, although revealing some fragility, showed similarities in factor structure and psychometric properties with the original and Turkish versions. This study also pointed out possible modifications that may contribute to this measure improvement.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.publisherISMTpt_PT
dc.subjectredes sociais - Social mediapt_PT
dc.subjectPerturbação do uso das redes sociais - Social media use disorderpt_PT
dc.subjectInternet - Internetpt_PT
dc.subjectAnálise fatorial confirmatória - Confirmatory factor analysispt_PT
dc.subjectPropriedades psicométricas - Psychometric propertiespt_PT
dc.titleSocial Media Disorder Scale: desenvolvimento da versão portuguesa, estudo da estrutura fatorial e das propriedades psicométricas em estudantes do ensino superiorpt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
dc.identifier.tid202024962-
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_ElsaRaimundo_2018.pdf676.98 kBAdobe PDFVer/Abrir
Apêndices.pdf510.82 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.