Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1252
Título: Estudo da Validade Incremental do Test Anxiety Acceptance and Action Questionaire numa Amostra de Estudantes do Ensino Superior
Autores: Antunes, Sara Micaela Pedrosa
Galhardo, Ana (Orientadora)
Palavras-chave: Test Anxiety Aceptance and Action Questionaire - Test Anxiety Aceptance and Action Questionaire
Validade incremental - Incremental validity
Ansiedade a teste/exames - Test/exam related anxiety
Sintomas emocionais negativos - Negative emotional symptoms
Estudantes do Ensino Superior - Higher Education Students
Data: 2020
Editora: ISMT
Resumo: A ansiedade a exames tem vindo a ser apontada como um fenómeno relativamente comum na população de estudantes do ensino superior. Como tal, o modo como os estudantes lidam com os seus sintomas de ansiedade nas situações de teste ou exame tem merecido a atenção de clínicos e investigadores, também ao nível da sua avaliação. Neste contexto, o Test Anxiety Aceptance and Action Questionaire (TA-AAQ) foi desenvolvido com o objetivo de medir a aceitação e a ação das manifestações da ansiedade em testes/exames. O presente estudo teve como objetivo o estudo da validade incremental do TA-AAQ numa amostra de estudantes do ensino superior. Adicionalmente foi explorada a existência de diferenças entre sexos e de diferenças em função do ano de curso frequentado, no que respeita ao TA-AAQ. Neste estudo participaram 262 indivíduos, tendo completado online um questionário sociodemográfico e os seguintes instrumentos de autorresposta: Test Anxiety Aceptance and Action Questionaire (TA- AAQ), Acceptance and Action Questionnaire - II (AAQ-II), questionário de Reações aos Testes (RT) e as Escalas de Ansiedade, Depressão e Stress – 21 (EADS-21). A validade incremental foi confirmada, observando-se que o TA-AAQ se associa de forma significativa à ansiedade aos testes/exames e aos sintomas emocionais negativos, mesmo controlando o efeito do AAQ-II. Além disso, constitui-se um preditor significativo da ansiedade aos testes/exames e dos sintomas emocionais negativos, permitindo explicar maior variância destes por comparação com o AAQ-II. No score total do TA-AAQ não se observaram diferenças entre homens e mulheres, assim como diferenças entre estudantes a frequentar os diferentes anos do seu curso. Apenas na subescala de ação se observaram diferenças, com os homens a evidenciar valores mais elevadas. O TA-AAQ constitui-se como um instrumento com validade incremental, sendo útil na predição dos níveis de ansiedade aos testes/exames e dos sintomas depressivos, de ansiedade e de stress em estudantes do ensino superior. Este pode ser útil para a avaliação do modo como os estudantes se relacionam com os seus sintomas de ansiedade em situações de avaliação académica, podendo ser aplicado em contextos clínicos e/ou de investigação. / Anxiety over exams has been pointed as a relatively common phenomenon in the college students. Therefore, the way students deal with their anxiety symptoms in test or exam situations has deserved the attention of researchers and clinicians, also regarding its assessment. In this context, the Test Anxiety Acceptance and Action Questionnaire (TA- AAQ) was developed with the aim of measuring the acceptance and action of anxiety manifestations in tests/exams. The present study sought out to study the TA-AAQ incremental validity the in a sample of college students. Additionally, gender differences and differences between students of different years were explored concerning the TA-AAQ total score and subscales. Two hundred and sixty-two students participated in this study, having completed online a socio-demographic questionnaire and the following self-report instruments: Test Anxiety Acceptance and Action Questionnaire (TA- AAQ), Acceptance and Action Questionnaire - II (AAQ-II), Reactions to Tests questionnaire (RT) and the Depression, Anxiety and Stress Scales – 21 (DASS-21). The incremental validity was confirmed. The TA-AAQ showed statistically significant associations with test/exam anxiety and negative emotional symptoms, even when controlling for the effect of the AAQ-II. In addition, the TA-AAQ constitutes a significant predictor of test/exam anxiety and of negative emotional symptoms, being able to explain a wider variance of these when compared to the AAQ-II. No significant differences were found between men and women, or between students attending different years concerning the TA-AAQ total score. Significant differences were found in the TA- AAQ action subscale, with men evidencing higher values. The TA-AAQ is a self-report instrument presenting incremental validity, being able to predict levels of test/exams anxiety as well as in depressive, anxiety and stress symptoms in college students. Thus, it can be useful for the assessment of the way students relate themselves with their anxiety symptoms in situations of academic evaluation, and it can be applied in research and/or clinical contexts.
URI: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1252
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Sara_Antunes_10595.pdfDocumento377.4 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 1 - TA-AAQ.pdfAnexo135.36 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.