Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1315
Título: COVID-19 e o Impacto Imediato Sentido pela População Portuguesa
Autores: Santos, Cristina Isabel Oliveira
Macedo, Esmeralda (Orientadora)
Palavras-chave: Covid-19 - Covid-19
Quarentena - Quarantine
Impacto psicológico - Psychological impact
Data: 2021
Editora: ISMT
Resumo: A COVID-19, para além de um vírus respiratório, é motor de várias mudanças a nível global e em diversas esferas, tanto a curto, quanto a médio e longo prazo. Por esse motivo, é importante para os profissionais de saúde mental avaliarem de que forma as mudanças em curso impactam a população e quais os grupos mais vulneráveis, por forma a adotar estratégias de intervenção que possam dar resposta às dificuldades. O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto sentido pela população portuguesa à pandemia. Para isso, através do Google Forms foi partilhado através de redes sociais um questionário com dados sociodemográficos, preocupações gerais e comportamentos salutogênicos e as escalas DASS21 e IES-R. Entre 19 e 13 de abril, participaram no estudo 217 pessoas, 166 do género feminino e 51 do género masculino com idades dos 18 aos 74 anos (M = 40 anos, DP = 11, 67). 72,4% apresentou níveis normais de stress e 70,5% níveis normais de depressão. 53,9% reportava níveis de moderado a severo de ansiedade. Quanto a IES-R, 68,7% não apresentou nenhum impacto psicológico. As mulheres apresentaram níveis mais elevados do que os homens em stress, ansiedade e depressão. Quanto à situação profissional atual, verificou-se que os níveis mais elevados pertencem às categorias “Reformado”, “Estudante”, “Desempregado(a)” e “Trabalho suspenso”, com os estudantes com maiores níveis de IES-R e stress e desempregados com maior ansiedade e depressão. Pessoas com doenças crónicas também apresentaram resultados superiores nas quatro medidas. A perceção de estado de saúde geral bom ou muito bom contribui para menores níveis de ansiedade, depressão, stress e impacto psicológico. As horas de confinamento mostraram impacto negativo sobre os níveis de stress, ansiedade e depressão e mais ainda sobre o impacto psicológico sentido. Relativamente à informação disponível, verificou-se que quem mais tem necessidade de informação adicional apresenta também níveis superiores de stress, ansiedade e depressão. / COVID-19, in addition to a respiratory virus, is the engine of several global changes in several domains, both in the short, medium and long term. For this reason, it is important for mental health professionals to assess how the changes underway impact the population and which groups are the most vulnerable, in order to design interventions that can respond to difficulties. The aim of the study was to assess the pandemic impact on portuguese population. A Google Forms questionnaire was created and shared through social networks, to collect sociodemographic data, general concerns and salutogenic behaviours, DASS21 and IES-R scales. Between 19 and 13 April, 217 people participated in the study, 166 females and 51 males aged 18 to 74 years (M = 40 years, SD = 11, 67). 72.4% showed normal levels of stress and 70.5% normal levels of depression. 53.9% reported moderate to severe levels of anxiety. As for IES-R, 68.7% had no psychological impact. Women levels higher than men in stress, anxiety, and depression. As for the current professional situation, the categories “Retired”, “Student”, “Unemployed” and “Suspended work” got the higher scores, with “Student” being the highest on IES-R and Stress, and “Unemployed” being the highest in Anxiety and Depression. People with chronic illnesses also outperform the four measures. The perception of good or very good general health contributes to lower levels of anxiety, depression, stress and psychological impact. As hours of confinement negative impact on the levels of stress, anxiety and depression and even more on the psychological impact felt. Regarding the available information, it was found that those who most need additional information also have higher levels of stress, anxiety and depression.
URI: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1315
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Cristina Santos.pdf
  Restricted Access
Documento3.54 MBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.