Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1333
Título: O papel da inflexibilidade psicológica na relação entre o stress relacionado com a infertilidade e os sintomas depressivos em mulheres com um diagnóstico de infertilidade
Outros títulos: The role of Infertility-related psychological inflexibility in the relationship between infertility-related stress and depressive symptoms in women with infertility
Autores: Cardoso, Beatriz
Galhardo, Ana
Massano-Cardoso, Ilda
Cunha, Marina
Palavras-chave: Infertilidade - Infertility
Inflexibilidade psicológica - Psychological inflexibility
Sintomas depressivos - Depressive symptoms
Stress - Stress
Estudo transversal descritivo - Descriptive cross-sectional study
Data: 30-nov-2021
Editora: Departamento de Investigação & Desenvolvimento do Instituto Superior Miguel Torga
Citação: Cardoso, B., Galhardo, A., Massano-Cardoso, I., & Cunha, M. . (2021). O papel da inflexibilidade psicológica na relação entre o stress relacionado com a infertilidade e os sintomas depressivos em mulheres com um diagnóstico de infertilidade. Revista Portuguesa De Investigação Comportamental E Social, 7(2), 61–76. https://doi.org/10.31211/rpics.2021.7.2.220
Relatório da Série N.º: 5;
Resumo: Introdução: A infertilidade é uma condição médica e social com impacto na vida das pessoas, nomeadamente a nível conjugal, familiar, social e financeiro. Desta forma, vários estudos apontam para uma comorbilidade entre a psicopatologia e a infertilidade, sendo que quem passa por este processo pode utilizar formas de regulação emocional desadaptativas, traduzidas em inflexibilidade psicológica. Objetivos: O presente estudo pretendeu explorar o papel mediador da inflexibilidade psicológica relacionada com a infertilidade, na relação entre o stress relacionado com a infertilidade e os sintomas depressivos, em mulheres com um diagnóstico de infertilidade a realizar tratamento médico. De acrescentar como objetivo secundário, a exploração de associações entre os anos de diagnóstico e as variáveis em estudo. Metodologia: Conduziu-se um estudo transversal numa amostra de 96 mulheres recrutadas com o apoio da Associação Portuguesa de Fertilidade. As participantes preencheram um conjunto de instrumentos de autorresposta online, tendo sido recolhida informação sociodemográfica e clínica, bem como relativa à avaliação dos níveis de sintomas depressivos, stress relacionado com a infertilidade e inflexibilidade psicológica relacionada com a infertilidade. Resultados: Os resultados obtidos demonstraram que o efeito total da variável stress relacionado com a infertilidade sobre os sintomas depressivos foi de 0,46, sendo totalmente mediado pela inflexibilidade psicológica relacionada com a infertilidade. Discussão: A dificuldade no alcance de uma gravidez é um acontecimento de vida doloroso e que interfere nos objetivos e planos de construção de uma família, que pode originar stress e sintomas depressivos, sendo a relação entre estes sintomas influenciada pelo mecanismo de inflexibilidade psicológica. Neste sentido, intervenções como a Terapia da Aceitação e Compromisso e o Programa Baseado no Mindfulness para a Infertilidade, ao integrarem como alvo a inflexibilidade psicológica, podem ser particularmente indicadas para esta população.
URI: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1333
ISSN: 2183-4938
Aparece nas colecções:Publicações Científicas Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
220-Texto Artigo-2093-1-10-20211118.pdfDocumento1.28 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.