Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1355
Título: Interação mediada por uma Cultura Swipe: Uma reflexão centrada nas aplicações móveis de dating
Outros títulos: Interaction mediated by a Swipe Culture: An observation focused on mobile dating applications
Autores: Rodrigues, Rui
Baldi, Vania
Palavras-chave: Cultura Swipe - Swipe Culture
Aplicações de Dating - Dating Applications
User Centered Design - User Centered Design
Comunicações móveis - Mobile communications
Data: 13-jul-2017
Editora: 12th Iberian Conference on Information Systems and Technologies (CISTI)
Citação: Rodrigues, R. & Baldi, V. (2017), Interaction mediated by a swipe culture: An observation focused on mobile dating applications. 12th Iberian Conference on Information Systems and Technologies (CISTI). doi: 10.23919/CISTI.2017.7975868
Resumo: Numa sociedade onde os smartphones e a Internet móvel atuam cada vez mais como mediadores e potenciadores de laços sociais, encontramos propostas tecnológicas que constantemente colocam novos desafios ao utilizador no modo como este interage e comunica com os demais. Este artigo, centrando-se em aplicações móveis que promovem laços sociais e amorosos entre desconhecidos (como no caso do Tinder, Bumble, Grindr, etc.), impulsionadas por um paradigma de interação baseado no simples deslizar de um dedo no ecrã (swipe), pretende questionar a emergência de novos hábitos info-comunicacionais que não remetem estritamente para uma lógica de competências técnicas e operacionais, mas também para hábitos específicos de interação (cultura swipe). Estes hábitos, quer nas escolhas e interações realizadas pelos utilizadores (aceitar, descartar e passar ao seguinte), bem como nas opções padronizadas e algoritmicamente mediadas, sugerem novos cenários para os comportamentos info-comunicacionais. Esta correlação entre emergentes aplicações de dating e novos hábitos digitais. Estes potenciais novos hábitos e comportamentos, apoiados numa cultura swipe e de User Centered Design (UCD), permitem revelar novas perspetivas no modo como a interação e os relacionamentos se podem basear cada vez mais em interesses descartáveis, efémeros e de escolha padronizada. / In a society where smartphones and mobile connectivity increasingly act as mediators and enhancers of social ties, we can identify technological solutions that bring new challenges to the user, particularly in the way he interacts and communicates with others. This article, by focusing on mobile apps that promote social and loving ties between strangers (Tinder, Bumble, Grindr, etc.), driven by a swipe-based interaction paradigm, aims to explore new challenges, that not only imply technical and operational skills, but also particular habits of interaction (the so-called “swipe culture”). These new behaviours, that include choices and interactions made by the users (actions like accept, discard and/or moving to the next user), as well as the standardized and algorithmically mediated choices made by the apps algorithms, brought to life new scenarios related to info-communicational behaviours. Therefore, the swipe culture and user centered design (UCD) triggered these new habits and behaviours, that were made possible by the features offered by mobile dating applications. Finally, these new habits and behaviours revealed new perceptions and trends in how interactions and relationships can become more disposable, sterile and standardized in the described context.
URI: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1355
ISBN: 978-989-98434-7-9
Aparece nas colecções:Publicações Científicas C e T

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
4.pdfDocumento369.77 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.