Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/561
Título: Redes sociais pessoais e família nas fases finais do ciclo vital: Um estudo de tipologia de redes
Autores: Vieira, Adneusa Marques
Vicente, Henrique (Orientador)
Palavras-chave: Rede Social Pessoal - Personal social network
Tipologia de rede - Networks typology
Idosos - Elderly
Família - Family
Data: 2015
Editora: ISMT
Resumo: Introdução: Por tipologias de redes entende-se o agrupamento de redes sociais com caraterísticas e padrões semelhantes entre si. A formação de uma tipologia torna-se relevante, pois permite entender as diferenças e semelhanças, estruturais e funcionais, entre os diferentes tipos de rede, bem como identificar os seus pontos fortes e fracos. Objectivos: O presente estudo visa a criação de uma tipologia de rede de idosos portugueses, tendo por base a variável composição da rede, discriminando redes exclusivamente compostas por familiares daquelas que integram elementos exteriores ao sistema familiar. Os objectivos deste estudo incluem: analisar as diferenças e/ou semelhanças entre estes dois tipos de rede no que concerne a variáveis estruturais e funcionais; analisar as intercessões entre os dois tipos de rede e variáveis sociodemográficas; analisar as diferenças ao nível de variáveis de saúde e bem-estar entre as redes exclusivamente familiares e as diversificadas. Materiais e Métodos: Para atingir estes objectivos, aplicou-se o Instrumento de Análise da Rede Social Pessoal - IARSP-Idosos (Guadalupe e Vicente, 2012), o Mental Health Inventory-5 (MHI-5) (Ribeiro, 2001), e o Satisfaction With Life Scale (SWLS) (Simões, 1992) a 567 idosos, com idades compreendidas entre os 65 e os 98 anos (M= 75,53; DP= 7,60), maioritariamente do sexo feminino (63%). Resultados Verificou-se que o tipo de rede apresenta associações estatisticamente significativas com as variáveis sociodemográficas estado civil, p(m)aternidade, zona de residência, padrão residencial, e institucionalização. O tipo de rede está ainda associado a diferentes características estruturais (as redes diversificadas são maiores, com maior dispersão geográfica e menor densidade) e diferentes características funcionais (as redes exclusivamente familiares apresentam maiores índices de suporte emocional, material/instrumental e de companhia). Por último, os diferentes tipos de rede não estão associados significativamente às variáveis de bem-estar consideradas (saúde mental e satisfação com a vida), embora as pontuações mais elevadas se verifiquem nas redes exclusivamente familiares. Discussão/Conclusão: A tipologia de rede definida permitiu identificar pontos fortes e fragilidades nas redes exclusivamente familiares e diversificadas, relevantes do ponto de vista da intervenção e investigação. Sugerem-se estudos adicionais que adoptem tipologias mais complexas para melhor capturar a diversidade das redes sociais nas fases finais do ciclo vital. / Introduction: The construction of networks typologies consists in grouping social networks with similar patterns and characteristics. The classification of network types becomes relevant because it helps to understand the structural and functional differences and similarities between different types of networks, and identifies their strengths and weaknesses. Objectives: This study aims to create a network typology of Portuguese elders based on the network composition variable, distinguishing networks exclusively composed of family members from those that integrate elements outside the family system. The objectives include: analyze the differences and/or similarities between these two types of networks, regarding its structural and functional dimensions; analyze the intersections between network types and sociodemographic variables; analyze differences in health and well-being variables between exclusively familial networks and diverse family networks. Materials and Methods: To achieve these goals, we applied the Instrumento de Análise da Rede Social Pessoal - IARSP-Idosos (Guadalupe e Vicente, 2012), the Mental Health Inventory-5 (MHI-5) (Ribeiro, 2001), and the Satisfaction With Life Scale (SWLS) (Simões, 1992) to a sample of 567 Portuguese elders, aged between 65 and 98 years (M = 75.53, SD = 7.60), mostly female (63%). Results: It was found that network type has statistically significant associations with the following socio-demographic variables: marital status, p(m)aternity, residential area, cohabitation patterns and institutionalization. Network type is also associated with different structural characteristics (diverse networks are larger, more geographically dispersed and less dense) and different functional characteristics (exclusively familial networks have higher levels of emotional, material/instrumental and companionship support). Finally, different types of network are not significantly associated to the wellbeing variables considered (mental health and life satisfaction), although exclusively familial networks encompass the highest scores. Discussion/Conclusions: The network typology allowed the identification of strengths and weaknesses of exclusively familial networks and diverse networks, relevant from the intervention and research perspective. Additional studies are suggested to adopt more complex typologies, in order to capture the diversity of social networks in the final stages of the life cycle.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/561
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação.pdf547.99 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir
Anexos.pdf782.59 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.