-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/250
Título: David Garland e Richard Sparks (eds.). 2000. Criminology and Social Theory. Oxford: Oxford University Press. pp. 224. ISBN: 0-19-829942-7. (resenha)
Autores: Barata, Maria João
Palavras-chave: Criminologia
Crime
Ciências sociais
Data: 2001
Editora: Interacções
Resumo: Os editores deste volume, David Garland e Richard Spraks, propõem-se estimular mais “reflexão e debate sobre a situação contemporânea da criminologia, as suas prioridades, as suas responsabilidades políticas, e as suas relações com outros campos do inquérito científico e social” (Prefácio). Esta reflexão é feita sobretudo no 1º capítulo, da autoria dos editores, e também por John Braithwaite. Os restantes autores, numa grande parte, não são sequer criminologistas, no sentido convencional do termo. Trazem as perspectivas das ciências sociais e políticas sobre o crime e o seu controlo, pensando-os “para além do Estado” e em relação a questões fundamentais da regulação social. Ora, se por um lado é este aspecto que torna esta obra tão interessante para o debate académico e político, por outro lado, nota-se que a ausência de uma reflexão especificamente criminológica na maior parte dos trabalhos deixe passar algumas assumpções convencionais sobre o crime, o que acaba por limitar o alcance das teorias...
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/250
Aparece nas colecções:Publicações Científicas em Sociologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Recensão Garland e Sparks 2000 ....pdf48.35 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.