-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/266
Título: Na Condição de Prostituta, Que Redes de Suporte Social?
Autores: Grosso, Vânia Isabel Monteiro
Macedo, Esmeralda (Orientadora)
Palavras-chave: Prostituição - Prostitution
Redes de suporte social (primárias e secundárias) - Social support networks (primary and secondary)
Data: 2009
Editora: ISMT
Resumo: As definições tradicionais de prostituição tendem a enfatizar três aspectos: a existência de uma interacção de tipo sexual, a existência de uma retribuição económica por essa interacção e a existência de indiferença afectiva entre as partes envolvidas, isto é entre cliente e prostituta (Machado & Gonçalves, 2002) O conceito de “rede” tem surgido recentemente nos mais diversos domínios e com inúmeras designações associadas, pelo que pode falar-se de redes em áreas e aplicações tão diversas, pois é usado para “designar uma grande variedade de objectos e de fenómenos”. Os vínculos numa rede primária são, assim, essencialmente de natureza afectiva, não havendo qualquer formalidade na relação. Já as redes secundárias reportam-nos aos membros da nossa rede com os quais estabelecemos relações num contexto formal e com objectivos funcionais (Guadalupe, 2009) Tendo em conta o objecto de estudo, pretende-se com este trabalho de pesquisa, perceber quais as redes de suporte desta população, bem como a eficácia da rede em relação aos vínculos afectivos. Podemos assim apurar que relativamente às redes de suporte primárias estas prostitutas têm mais perto de si os seus companheiros e em seguida os seus filhos, mantendo, 29.4 % uma boa relação com a sua família e uma percentagem igual uma má relação familiar. Relativamente às redes de suporte secundárias, uma parte desta população recorre a politicas sociais activas, implementadas pelo Ministério do Trabalho e da Segurança Social operacionalizadas pela Segurança Social de Coimbra para o apoio social. Ao nível da intervenção social directa, recorrem à Associação Existências para o apoio emocional, psicossocial e de aconselhamento em contexto de gabinete ou em contexto outreach. /
The traditional definitions of prostitution tend to emphasize three aspects: the existence of sexual interaction, the existence of a payment for that interaction and the existence of an affective indifference between both parts, that is, between client and prostitute (Machado & Gonçalves, 2002). The concept of “network” has recently emerged in various domains and with many associated designations, so we can refer to networks in many different fields and applications since it is used to “designate a great variety of objects and phenomena”. The links in a primary network are mostly of affective nature, without any relationship formality. Secondary networks refer to members of our network, with whom we establish relationships in a formal context and with functional purposes (Guadalupe, 2009). Regarding the object of study, through this research, we intend to understand which networks of support there are for this population as well as the effectiveness of the network regarding the affective bonds. Therefore we can verify that, in what primary support networks are concerned, these prostitutes have their partners and then their children near them, 29.4% maintain a good relationship with their family and an equal percentage maintains a bad family relationship. Regarding secondary support networks, a part of this population makes use of active social politics, implemented by the Ministry of Labor and Social Security and applied by Coimbra’s Social Security for social support. Regarding direct social intervention, they turn to the “Existências” Association for emotional and psychosocial support and to get office or outreach counseling.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/266
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
capa_tese.pdfCapa22.8 MBAdobe PDFVer/Abrir
Microsoft Word - Tese 1.pdfDocumento principal583.62 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.