-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/507
Título: Stresse parental e impacto de um filho em progenitores com filhos em idade pré-escolar
Autores: Marques, Cristina Margarida Marcelino
Macedo, Esmeralda (Orientadora)
Palavras-chave: Stresse parental - Parental stress
Impacto familiar - Family impact
Parentalidade - Parenting
Data: 2014
Editora: ISMT
Resumo: Introdução: Considerando que na nossa sociedade os progenitores são a principal fonte de influência no desenvolvimento infantil, então a forma como encaram o stresse parental e o impacto dos filhos pode ser muito relevante para o funcionamento familiar, uma vez que, se constituem como potenciadores de relações satisfatórias e de qualidade ou desestabilizadores do funcionamento familiar. Objetivos: Com este estudo pretendeu-se explorar numa amostra de 40 progenitores com filhos em idade pré- escolar, o stresse parental na relação que o impacto que os filhos têm em vários domínios da vida familiar e com as variáveis sexo, idade, estado civil, habilitações literárias e situação profissional dos progenitores, bem como com o número, idade e sexo dos filhos e verificar se existem diferenças no impacto familiar de um filho relativamente à classificação do nível de stresse (baixo e intermédio). Metodologia: Para a avaliação das variáveis deste estudo correlacional aplicou-se um Questionário sociodemográfico, a Escala de Stress Parental e o Questionário de Impacto Familiar. Resultados: Conforme a idade dos progenitores vai aumentando, o nível de stresse parental, preocupações parentais, falta de controlo e medos e angústias diminuem. Quando a escolaridade dos progenitores aumenta, o nível de stresse diminui. Existe uma correlação positiva entre o agregado familiar e o impacto na relação de casal e uma correlação negativa entre a idade do filho e o impacto financeiro. Podemos verificar que é nos progenitores mais velhos que o impacto na vida social, sentimentos negativos, níveis de impacto familiar da escala total são maiores e o impacto financeiro é menor. Os progenitores com nível de stresse baixo têm em média maior impacto na vida social, sentimentos positivos, impacto na relação de casal, impacto na escala total e menores níveis de impacto financeiro comparativamente aos que apresentam um nível intermédio. Conclusão: A transição para a parentalidade envolve modificações e reformulações a um nível cognitivo, biológico, social e afetivo e implica mudanças profundas nas relações pessoais, familiares e sociais. Estas mudanças são importantes pois vão influenciar as relações familiares que por sua vez afetam os comportamentos e o funcionamento psicológico dos progenitores e dos filhos. / Introduction: Whereas in our society parents are the main source of influence on child development, how they face parental stress and the impact of children can be very relevant to family functioning, since they constitute themselves as the ones that provide and strengthen satisfactory and quality relationships in the family or, on the other side they can put in danger the family organization. Objectives: The objective of the present study is to explore the relationship between parental stress and the impact that a child has in some areas of family life, such as sex, age, marital status, academic level, professional status. We also explored the relationship of the child´s age, sex and the number of children and the family impact of a child in what regards the parent´s stress levels (medium and lower). Methodology: In order to achieve the objectives proposed, we used a Sociodemographic Questionnaire, the Parental Stress Scale and the Family Impact Questionnaire. Results: We verified that when the parent´s age increase, the level of parental stress, lack of control and anxieties decrease. We also verified that when parent´s academy level increase, the stress level decreases. We found a positive correlation between the household and the impact on the couple relationship and a negative correlation between the age of the child and the financial impact. We can verify that older parents present a higher scores in the items impact on social life, negative feelings and levels of family impact in the total scale score whereas the item financial impact presents lower scores. Regarding parent´s stress level, the results show that parent´s with lower stress level on average, present a higher impact on social life, positive feelings, impact on the couple relationship, impact on the overall scale score and lower levels of financial impact compared to those with an intermediate stress level. Conclusion: The transition to parenthood involves modifications and reformulations to a cognitive, biological, social and emotional level and implies profound changes in personal, family and social relationships. These changes are important because they will influence family relationships which in turn affect the behavior and psychological functioning of parents and children.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/507
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Stresse parental e impacto de um filho.pdf941.54 kBAdobe PDFVer/Abrir
Stresse parental e impacto de um filho - ANEXOS.pdf367.01 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.