Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/603
Título: Propriedades Psicométricas da Bateria de Avaliação Frontal numa Amostra de Adultos da População Portuguesa
Autores: Domingues, Débora Isabel Máximo
Espirito-Santo, Helena (Orientadora)
Palavras-chave: Propriedades psicométricas - Psychometric properties
Bateria de Avaliação Frontal - Frontal Assessment Battery
Avaliação neuropsicológica - Neuropsychological assessment
Adultos - Adults
Data: 2016
Editora: ISMT
Resumo: The Frontal Assessment Batery / A Bateria de Avaliação Frontal (FAB) é um teste neuropsicológico, constituído por seis subtestes, cujo objetivo é avaliar a disfunção executiva global, nomeadamente as funções relacionadas com o lobo frontal, tais como a concetualização, flexibilidade mental, programação motora, sensibilidade à interferência, controlo inibitório e autonomia ambiental frontal. De forma a contribuir para o avanço dos estudos normativos em Portugal, esta dissertação tem como objetivo avaliar as propriedades psicométricas da FAB, numa amostra de adultos da população portuguesa. O protocolo abrangeu a seguinte bateria de testes neuropsicológicos: Bateria de Avaliação Frontal, Figura Complexa de Rey, Matrizes Progressivas de Raven e Teste do Desenho do Relógio. A amostra deste estudo incluiu 376 indivíduos, 155 do sexo masculino e 221 do sexo feminino. Os resultados desta investigação sugerem que a pontuação da FAB é influenciada por algumas variáveis sociodemográficas, designadamente a idade, escolaridade, profissões e região. A análise correlacional mostrou que há apenas uma correlação positiva moderada entre a FAB e as Matrizes Progressivas de Raven. Apesar da consistência interna da FAB ser baixa, existe uma estabilidade temporal moderada. Ao finalizar, consideramos que a FAB reúne os requisitos para se apresentar como uma bateria útil e eficaz, demonstrando um grau razoável de estabilidade temporal, mas fraca consistência interna, sugerindo que a FAB não é indicada para amostra não clínica. / The Frontal Assessment Baterry (FAB) is a neuropsychological test, composed of six subtests, whose aim is to assess the overall executive dysfunction, namely functions related to the frontal lobe, such as conceptualization, mental flexibility, motor programming, sensitivity to interference, inhibitory control and environmental autonomy. In order to contribute to the advancement of normative studies in Portugal, this dissertation aim to evaluate the psychometric properties of the FAB, in an adult sample of the portuguese population. The protocol included the following battery of neuropsychological tests: Frontal Assessment Battery, Complex Figure of Rey, Raven's Progressive Matrices and Clock Drawing Test. The sample this study included 376 individuals, 155 male and 221 female. The results of this investigation suggest that FAB is influenced by some sociodemographic variables, namely age, education, profession and region. The correlational analysis showed that there is only a moderate positive correlation between the FAB and the Raven Progressive Matrices. However, also they found low positive correlations between the FAB and the Complex Figure of Rey, and Clock Drawing Test. Although the FAB has a low internal consistency, there is a moderate temporal stability. Finally, we consider that the FAB gathers the requirements to present itself as a useful and effective battery, demonstrating a reasonable degree of temporal stability, but weaker internal consistency, suggesting that the FAB is not indicate for non-clinical sample.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/603
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Débora.pdf388.37 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir
Apêndices-Débora.pdf173.81 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.