Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/621
Título: Satisfação com a Vida e Redes Sociais Pessoais de Idosos
Autores: Mendes, Flávia Raquel Fernandes
Guadalupe, Sonia (Orientadora)
Palavras-chave: Satisfação com a vida - Satisfaction with life
Redes sociais - Social networks
Idosos - Elderly
Data: 2014
Editora: ISMT
Resumo: Objetivos: A investigação tem como objetivo geral analisar a associação entre a satisfação com a vida nos idosos e as características estruturais, funcionais e relacionais-contextuais das suas redes sociais pessoais. Metodologia: A recolha dos dados foi feita através de um questionário sociodemográfico, da Satisfaction With Life Scale – SWLS (Diener, 1985) que permite avaliar o grau de satisfação com a vida e também do Instrumento de Avaliação da Rede Social Pessoal – IARSP – Idosos (Guadalupe, 2009; Guadalupe & Vicente, 2012) que possibilita a análise das características das redes sociais pessoais dos idosos. Participantes: A amostra é constituída por 416 idosos com idades compreendidas entre os 65 anos e os 98 anos (M = 76,15; DP = 7,584). Os participantes são de ambos os sexos, mas na sua maioria do sexo feminino (63,7%; n = 265). A maioria dos sujeitos da amostra é casada (51,2%; n = 213) e tem escolaridade (64,2%; n = 267). Resultados: Verifica-se que são as mulheres idosas, os casados e com escolaridade que percebem uma maior satisfação com a vida. Constata-se que existe uma maior proporção de idosos satisfeitos com a vida (53,8%; n = 83) em comparação com os medianamente satisfeitos (26,2%; n = 109) e com os insatisfeitos (20%; n = 83). Os idosos que apresentam uma maior satisfação percebida têm uma média mais elevada na proporção das relações familiares nas redes (M = 80,67), no apoio emocional, material e instrumental, informativo, companhia social, e no acesso a novos vínculos, e consideram estar muito satisfeitos tanto com a rede (M = 2,92) como com o apoio que esta disponibiliza (M = 2,77). Conclusão: Verificaram-se associações estatisticamente significativas nas características estruturais da rede, no entanto são as características funcionais que atestam os principais resultados que nos permitem afirmar uma associação entre satisfação com a vida nos idosos e as relações interpessoais, pelo conteúdo das relações e pelo apoio que percecionam. Concluímos que os idosos que se consideram satisfeitos com a vida apresentavam, na generalidade, características de rede social mais positivas quando comparados com os que percebiam menor satisfação com a vida. / Objectives: The research has as main objective to analyze the association between life satisfaction in the elderly and the structural, functional and relational-contextual characteristics of their personal social networks. Methodology: The data collection was done through a sociodemographic questionnaire, the Satisfaction With Life Scale – SWLS (Diener, 1985) that evaluates the degree of satisfaction with life and also the Personal Social Network Analysis Tool – IARSP – Elderly (Guadalupe, 2009; Guadalupe & Vicente, 2012) for the analysis of personal social networks’ characteristics. Participants: The sample consisted of 416 elderly aged between 65 and 98 years (M = 76,15; SD = 7,584). Participants are both genders, but mostly female (63,7%; n =265). Most of the participants are married (51,2%; n = 213) and have education (64,2%; n = 267). Results: It is found that are the older women, married and with education that perceive a greater satisfaction with life. There is a greater proportion of elderly satisfied with the lives (53,8%; n = 83) compared to the moderately satisfied (26,2%; n = 109) and the unsatisfied (20%; n = 83). Seniors who have a higher satisfaction have a higher average in the proportion of family relationships in their networks (M = 80,67), emotional support, material and instrumental, informational, social companionship, and access to new bonds, and consider to be very satisfied with their social network (M = 2,92) and with the social support that it provides (M = 2,77). Conclusion: There were statistically significant associations in the structural characteristics of the network, however are the functional characteristics that allow us to state an association between life satisfaction in the elderly through interpersonal relationships, the content of relations and the support they perceive. We conclude that elderly people who consider themselves satisfied with life showed, in general, have more positive characteristics of social personal network when compared to those who perceive less satisfaction with life.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/621
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FLAVIA.pdf1.06 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.