-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/664
Título: Validação do Inventário de Ideação Delirante (PDI-21) para a População Portuguesa
Autores: Pimentel, Sara Margarida Silva
Cunha, Marina (Orientadora)
Palavras-chave: Avaliação - Assessment
Ideação delirante - Delusional ideation
Adultos - Adults
PDI - PDI
População não-clínica - Non-clinical population
Data: 2016
Editora: ISMT
Resumo: Introdução: As abordagens dimensionais equacionam os delírios como situando-se num continuum com as crenças diárias, não estando circunscritos apenas à população clínica e podendo também ser encontrados na população geral. Devido à conceptualização multifacetada dos delírios, a análise das dimensões de desconforto, preocupação e convicção podem ser mais reveladoras do que o conteúdo da crença por si só, pelo que uma avaliação que incorpore estas dimensões é fundamental. Uma revisão de estudos mostrou uma lacuna de instrumentos para avaliar a ideação delirante na população geral, não existindo, no nosso conhecimento, nenhuma versão para a população portuguesa. Objetivos: Tradução, adaptação e estudo das propriedades psicométricas do Inventário de Ideação Delirante (PDI-21) para a população Portuguesa, com o intuito de avaliar a multidimensionalidade da ideação delirante na comunidade. Metodologia: A amostra é constituída por 249 adultos da população geral, com idades compreendidas entre 18 e 65 anos. Além do PDI-21, foi utilizado o Inventário de Sintomas Psicopatológicos (BSI), a subescala de Desejabilidade Social (DS) do Inventário de Personalidade de Eysenck – Forma Revista (EPQ-R) e o Instrumento de Avaliação da Qualidade de Vida da Organização Mundial de Saúde (WHOQOL-Bref). Resultados: A versão portuguesa do PDI-21 apresentou propriedades psicométricas adequadas no que respeita à sua consistência interna e estabilidade temporal. Demonstrou correlações positivas significativas com os sintomas psicopatológicos e associações negativas com a desejabilidade social e com a qualidade de vida, confirmando a sua validade convergente e divergente. A análise fatorial exploratória sugeriu a escala dicotómica do PDI ser constituída por um único fator. Por último, a análise da frequência de ideias delirantes (respostas positivas) para o total da amostra e em função do género revelou taxas de prevalência muito semelhantes às encontradas em estudos prévios. Discussão: A versão portuguesa do PDI-21 é caracterizada por propriedades psicométricas adequadas, podendo ser utilizada para avaliar a ideação delirante na população geral. Estudos futuros são necessários no sentido de replicar este estudo em populações mais jovens, bem como, comparar os resultados com uma amostra clínica. / Introduction: The dimensional approaches equate the delusions as placing themselves in a continuum with the daily beliefs, not being limited to the clinical population and it can also be found in the general population. Due to the delusions multifaceted conceptualization, the analysis of the dimensions of distress, preoccupation and conviction may be more revealing than the content of the belief by itself, whereby an evaluation that incorporates these dimensions is fundamental. A revision of studies has shown a gap of instruments to assess delusional ideation in the general population, not existing to our knowledge any version for the portuguese population. Objective: Translation, adaptation and study of the psychometric properties of the PDI-21 for the portuguese population, with the aim of assessing the multidimensionality of the delusional ideation in the community. Methods: The sample consists of 249 adults from the general population, with ages between 18 and 65 years. Beyond the PDI-21, the Brief Symptom Inventory (BSI), the Social Desirability (SD) scale of the Eysenck Personality Questionnaire (EPQ-R) and the World Health Organization Quality of Life – Bref (WHOQOL-Bref) were also used. Results: The portuguese version of the PDI-21 has shown good psychometric properties regarding its internal consistency and temporal stability. It demonstrated significant positive correlations with the psychopathological symptoms and negative associations with social desirability and with the quality of life, confirming its divergent and convergent validity. The exploratory factor analysis suggested the dichotomous scale of the PDI be constituted by one only factor. Lastly, the analysis of the frequency of delusional ideas (positive responses) for the total of the sample and on the basis of gender has revealed prevalence rates very similar to the ones found in previous studies. Discussion: The portuguese version of the PDI-21 is characterized by adequate psychometric properties, it can be used to assess the delusional ideation in the general population. Future studies are necessary in an effort to replicate this study in younger populations, as well as, compare results with a clinical sample.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/664
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DissertaçãoSaraPimentel_final.pdf692.46 kBAdobe PDFVer/Abrir
Apêndices.pdf628.54 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.