-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/672
Título: Validação da Escala Cognitiva de Ansiedade aos Testes Versão Revista (CTAR25) para a População Portuguesa
Autores: Silva, João Paulo de Assunção
Cunha, Marina (Orientadora)
Palavras-chave: Adolescentes - Adolescents
Avaliação - Assessment
Ansiedade a testes - Test anxiety
CTAR25 - CTAR25
Data: 2016
Editora: ISMT
Resumo: Introdução: Sentir ansiedade antes ou durante um teste ou exame é cada vez mais comum entre os adolescentes. É uma dificuldade prevalente que pode constituir um grande obstáculo no meio educacional, uma vez que pode prejudicar os alunos ao nível da autoestima e também no desempenho académico, fazendo com que o seu potencial não seja utilizado tanto como poderia ser. Neste sentido, o desenvolvimento de instrumentos de avaliação da ansiedade aos testes é útil em termos de prevenção ou intervenção precoce junto destes indivíduos. Objetivos: O objetivo do presente trabalho consistiu na tradução, adaptação e estudo psicométrico da Cognitive Test Anxiety Revised para os adolescentes portugueses. Metodologia: A amostra é constituída por 279 adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 19 anos a frequentar o 3º ciclo do ensino básio e ensino secundário. Metodologia: Para o estudo da validade convergente e divergente da CTAR25, foi utilizada uma bateria de questionários de autorresposta que avaliam a ansiedade a testes (TAI), a autoestima (RSES), a procrastinação no estudo (QPE) e os sentimentos de preocupação (PSWQ-C). Resultados: Relativamente aos resultados, a escala possui uma boa consistência interna, uma boa estabilidade temporal, assim como uma boa validade. A análise fatorial evidenciou a existência de dois fatores com uma boa consistência interna cada: fator 1 (aspetos que interferem na cognição durante a preparação para os testes e o desempenho durante os testes) e fator 2 (apreciações de cada um relativamente à sua capacidade e potencial para a realização de testes). Discussão: Não obstante, as limitações apontadas, a CTAR25 mostrou ser um instrumento fidedigno e útil na avaliação da ansiedade a testes/exames em adolescentes. / Introduction: Feel anxious before or during a test or exam is increasingly common among adolescents. It is a prevalent difficulty that may constitute a major obstacle in the educational environment, since it can harm the students in terms of self-esteem and also in the academic performance, so that their potential is not being used as much as it could be. In this sense, the development of anxiety assessment tools for testing is useful in terms of prevention or early intervention among these individuals. Objective: The purpose of this work was the translation, adaptation and psychometric study of Cognitive Test Anxiety Revised for Portuguese adolescents. The sample consists of 279 adolescents aged between 12 and 19 years attending the 3rd cycle of basic education and Secondary Education. Methodology: To study the convergent and divergent validity of CTAR25, we used a protocol of self-report questionnaires assessing the tests anxiety (TAI), self-esteem (RSES), procrastination in study (QPE) and feelings of concern (PSWQ-C). Results: Regarding the results, the scale has a good internal consistency, good temporal stability, and a good validity. Factor analysis revealed the existence of two factors with good internal consistency each: factor 1 (aspects that interfere with cognition during test preparation and performance during testing) and factor 2 (assessments of each in relation to their ability and potential for testing). Discussion: Despite the limitations mentioned, the CTAR25 proved to be a reliable and useful tool in the assessment of anxiety tests / exams in adolescents.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/672
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação.pdf686.39 kBAdobe PDFVer/Abrir
APÊNDICES.pdf1.46 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.