-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/676
Título: Estudo Exploratório da Ligação entre a Vergonha Externa e o Stresse Relacionado com a Infertilidade
Autores: Pimenta, Ana Filipa da Silva
Galhardo, Ana (Orientadora)
Palavras-chave: Infertilidade - Infertility
Vergonha externa - External shame
Stresse relacionado com a infertilidade - Infertility-related stress
Data: 2016
Editora: ISMT
Resumo: Introdução: A infertilidade tem sido descrita como uma situação potencialmente indutora de stresse e de sofrimento psicológico. Por sua vez a vergonha, estando relacionada com sentimentos de perda de controlo sobre o próprio corpo, de exposição pessoal e de uma visão de si como existindo na mente dos outros como inferior, fracassado ou defeituoso, apesar de estudada em diferentes condições clínicas, tem sido menos explorada no contexto da infertilidade. Objetivo: O presente estudo tem como objetivo geral analisar a associação entre a vergonha externa e o stresse relacionado com a infertilidade. Como objetivos secundários procura relacionar estas variáveis com as variáveis sociodemográficas e clínicas dos indivíduos, assim como averiguar a existência de diferenças entre grupos. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo e correlacional de desenho transversal, com metodologia quantitativa, numa amostra constituída por 98 sujeitos com diagnóstico de infertilidade e que se encontram a ser medicamente acompanhados para esta condição. Os participantes preencheram online um conjunto de questionários destinados a avaliar as variáveis sociodemográficas e clínicas, o stresse relacionado com a infertilidade e a vergonha externa. Resultados: Verificamos a existência de correlações positivas e estatisticamente significativa entre a vergonha externa e o stresse global de infertilidade. Também nas subescalas de preocupação social, preocupação sexual, preocupação com a relação e necessidade de parentalidade se observam correlações positivas e estatisticamente significativas, sendo a preocupação social a única trajetória significativa que funciona como preditora de vergonha externa. Discussão: Face aos resultados, hipotetizamos que a vergonha externa, induzida sobretudo pela preocupação social, poderá ser preditora do stresse em pessoas com infertilidade. Como tal, esta é uma variável que deverá ser tida em conta no acompanhamento psicológico de pessoas com infertilidade. Na sequência da constatação de níveis altos de vergonha, uma das intervenções que poderá ser preconizada é a Terapia Focada na Compaixão. / Introduction: Infertility has been described as a stressful and psychological distressing situation. On the other hand shame related to feelings of loss of control over one’s body, personal exposure and view of oneself as existing in the mind of others as inferior, failed or defective has deserved less attention within the infertility area. Objective: This study sought out to explore the association between external shame and infertility-related stress. The relationships between the study variables and sociodemographic and clinical variables were also addressed. Method: This is a cross-selectional study with a quantitative methodology, conducted in a sample of 98 subjects diagnosed with infertility and who were pursuing medical treatment. Participants completed three self-report instruments for the assessment of sociodemographic and clinical variables, infertility-related stress and external shame. Results: A positive and statistically significant correlation between external shame and infertility-related stress was found. Positive correlation were also found regarding social concern, sexual concern, relationship concern and need for parenthood subscales but social concern was the only significant predictor of external shame. Discussion: We hypothesized that external shame, especially induced by social concern, may function as a predictor of stress in people facing infertility. As such external shame considered in counseling people who are experiencing infertility. Therefore one of the interventions that may be recommended is the Compassion Focused Therapy.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/676
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Disserta__o_Ana Pimenta.pdf945.67 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexos.pdf393.3 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.