-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/677
Título: Estudo Exploratório do Papel Mediador do Evitamento Experiencial na Relação entre o Stresse Relacionado com a Infertilidade e a Depressão
Autores: Alves, Joana Catarina Nunes Ribeiro
Galhardo, Ana (Orientadora)
Palavras-chave: Infertilidade - Infertility
Evitamento experiencial - Experiential avoidance
Stresse - Stress
Depressão - Depression
Data: 2016
Editora: ISMT
Resumo: A infertilidade é uma doença do sistema reprodutor definida pela incapacidade de alcançar uma gravidez após um período de, pelo menos, 12 meses de relações sexuais desprotegidas. A literatura aponta para a existência de consequências psicológicas associadas ao seu diagnóstico e tratamento. Esta é uma condição indutora de stresse na vida dos casais e muitos podem ainda relatar sintomas de depressão. O stresse e a depressão têm vindo a ser alvo de estudo em pessoas com infertilidade, contudo, o papel de processos de regulação emocional, como o evitamento experiencial, tem sido menos explorado. O presente estudo pretende explorar o eventual papel mediador do evitamento experiencial na relação entre o stresse relacionado com a infertilidade (impacto sobre os domínios da vida afetados pela experiência da infertilidade e representações acerca da importância da parentalidade) e os sintomas depressivos. A amostra foi constituída por 98 participantes com diagnóstico de infertilidade a realizar tratamento médico, sendo a divulgação do estudo efetuada através da Associação Portuguesa de Fertilidade. Tendo em consideração os objetivos deste estudo foram utilizados os seguintes instrumentos: Questionário sociodemográfico e clínico, Questionário de Aceitação e Ação II (AAQ-II), Inventário de Problemas de Fertilidade (FPI) e Escalas de Ansiedade, Depressão e Stresse (EADS-21). De modo a avaliar a existência de um efeito mediador foram conduzidas path analysis. Os dados apontaram para o facto de o impacto da infertilidade sobre os domínios da vida apresentar um efeito direto sobre os sintomas de depressão, mas ter também um efeito indireto, mediado pelo evitamento experiencial. Relativamente às representações acerca da importância da parentalidade estas apenas têm efeito nos sintomas depressivos, quando mediadas pelo evitamento experiencial. Assim, é de salientar a importância do evitamento experiencial enquanto processo de regulação emocional que deverá ser contemplado em programas de intervenção psicológica dirigidos a pessoas com infertilidade. / Infertility is a disease of the reproductive system defined by the inability to achieve a pregnancy after a period of, at least, 12 months of unprotected intercourse. The literature has been pointing to the existence of psychological consequences associated with diagnosis and medical treatment of infertility. Infertility is a stress-inducing condition in couples’ lives and some of them can also show depressive symptoms. Although stress and depression have been addressed in individuals facing infertility, the role of emotion regulation processes such as experiential avoidance has been less explored. This study aims to explore the possible mediating role of experiential avoidance in the relationship between infertility related stress (impact of infertility in infertile patients’ life and representations about the importance of parenthood) and depressive symptoms. The sample consisted of 98 participants with an infertility diagnosis pursuing medical treatment. Participants were recruited through Portuguese Fertility Association. Taking into account the objectives of this study, the following instruments were use: a sociodemographic and clinical Questionnaire, the Acceptance and Action Questionnaire–II (AAQ-II), the Fertility Problem Inventory (FPI) and the Depression Anxiety Stress Scales 21 (DASS-21). In order to assess the existence of a mediating effect path analysis were conducted. The data pointed to the fact that the impact of infertility in infertile patients’ life present a direct effect on depressive symptoms, but also have an indirect effect mediated by experiential avoidance. Regarding representations about the importance of parenthood these only have an indirect effect on depressive symptoms, mediated by experiential avoidance. Thus, it is to emphasize the importance of experiential avoidance as an emotion regulation process that should be targeted in psychological intervention programs for people with infertility.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/677
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação.pdf679.96 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexos e Apêndices.pdf2.02 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.