-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/735
Título: Uma Análise das Motivações dos Voluntários em Associações Humanitárias de Bombeiros
Autores: Almeida, Vasco
Daniel, Fernanda
Fernandes, Henrique
Palavras-chave: Fatores de motivação - Motivation factors
Bombeiros Voluntários - Volunteer firefighters
Portugal - Portugal
Data: 30-Set-2017
Editora: Departamento de Investigação & Desenvolvimento
Citação: Almeida, V., Daniel, F., & Fernandes, H. (2017). Uma análise das motivações dos voluntários nas Associações Humanitárias de Bombeiros. Revista Portuguesa de Investigação Comportamental e Social, 3(2), 42-51. doi:http://dx.doi.org/10.7342/ismt.rpics.2017.3.2.61
Resumo: Objetivos: Identificar os fatores que motivam bombeiros para o voluntariado e perceber de que forma características tais como sexo, idade, grau de escolarização, rendimento e anos de voluntariado, podem influenciar os tipos de motivação. Metodologia: Participaram 126 bombeiros voluntários de duas Associações Humanitárias, com uma idade média de 36,06 anos (DP = 12,46), a maioria dos participantes pertence ao sexo masculino (n = 84; 66,7%), é casada (n = 53; 42,1%), tem como habilitações o ensino secundário (n = 74; 58,7%), 83 (65,9%), aufere um rendimento mensal compreendido entre os 500€ e os 1000€ e encontra-se há mais de dez anos na respetiva Associação como voluntário/a (n = 66; 52,4%). Os instrumentos utilizados foram um questionário de caracterização sociodemográfica e uma escala composta por 17 afirmações elaborados por Anne Ward e Donal Mckillop (2011). Resultados: A escala apresenta boas características psicométricas (α = 0,83). É nos “resultados” que obtemos os valores médios mais elevados e mais baixos - indicador “Altruísta - K” (M = 6,27; DP = 1,10) versus “Necessidades - Q” (M = 4,23; DP = 2,39). Na análise das variáveis motivacionais, segundo as características sociodemográficas, verificamos que os indicadores que apresentam maior número de diferenças, estatisticamente significativas, são o “Egoísta” do “Capital humano” (H), o “Altruísta” (K, L, M) e a “Necessidade” (O) dos “Resultados”. Discussão e Conclusões: Os resultados globais do nosso estudo mostram que o altruísmo é o fator dominante na explicação do comportamento dos bombeiros voluntários, o que é consistente com investigações anteriores sobre a motivação para o voluntariado. Todavia, quando desagregamos a análise através das características dos voluntários, os resultados nem sempre coincidem com aqueles que se encontram na literatura. O contexto sociocultural e as especificidades da própria atividade dos bombeiros voluntários podem ser responsáveis pelas diferenças encontradas. Serão precisos mais estudos comparativos a nível internacional e que tenham em conta as características específicas da atividade dos bombeiros voluntários, nomeadamente a questão do risco. || Objectives: To identify the factors that motivate firefighters to volunteer in Portugal and to understand how their characteristics, such as their gender, age, education level, income and years of volunteering, can influence the types of motivation. Methodology: A total of 126 volunteer firefighters from two Humanitarian Associations participated, with a mean age of 36.06 years (SD = 12.46), the majority of participants is male (n = 84, 66.7%), is married (n = 53, 42.1%), has secondary education (n = 74, 58.7%), 83 (65.9%) receive a monthly income between € 500 and € 1000 and has been in the Association for more than 10 years as volunteers (n = 66, 52.4%). The instruments used were a sociodemographic characterization questionnaire and a scale composed of 17 statements elaborated by Anne Ward and Donal Mckillop (2011). Results: The scale has good psychometric characteristics (α = 0.83). In the "results" we obtain the highest and lowest mean values - "Altruistic - K" indicator (M = 6.27, SD = 1.10) versus “Needs - Q“ (M = 4.23, SD = 2.39). In the analysis of motivational variables, according to the sociodemographic characteristics, the indicators with the highest number of statistically significant differences are the "Selfish" of "Human capital" (H), the "Altruistic" (K, L, M) and the "Need" (O) of "Results”. Discussion and Conclusions: The altruism is the dominant factor in explaining the behavior of volunteer firefighters, consistent with previous research on motivation for volunteering. However, when we disaggregate the analysis the results do not always coincide with those found in the literature. The sociocultural context and the specificities of the volunteers' own activity may be responsible for the differences found. Further comparative studies at international level are necessary, and taking into account the specific characteristics of voluntary firefighter’s activity, namely the issue of risk.
URI: http://rpics.ismt.pt/index.php/ISMT/article/view/61
http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/735
Aparece nas colecções:Publicações Científicas Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Almeida2017_Bombeiros.pdf212.02 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.