-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/788
Título: Uma Análise Multidimensional na Perturbação do Uso do Álcool: relações entre os estados emocionais negativos, experiências traumáticas, autocriticismo e experiências dissociativas em doentes internados na Unidade de Alcoologia de Coimbra
Autores: Rodrigues, Joana Carolina Santos
Espirito-Santo, Helena (Orientadora)
Monteiro, Bárbara (Coorientadora)
Palavras-chave: Alcoolismo - Alcoholism
Sintomas de ansiedade - Anxiety symptoms
Depressão - Depression
Stress - Stress
Experiências traumáticas - Traumatic experiences
Autocriticismo - Selfcriticism
Experiências dissociativas - Dissociative experiences
Data: 2017
Editora: ISMT
Citação: Santos Rodrigues, J. C. (2017). Uma análise multidimensional na Perturbação do Uso do Álcool. Relações entre os Estados Emocionais Negativos, Experiências Traumáticas, Autocriticismo e Experiências Dissociativas em doentes internados na Unidade de Alcoologia de Coimbra. (Orientadora: Helena Espírito Santo; Coorientadora Bárbara Monteiro). Dissertação de mestrado, Instituto Superior Miguel Torga, Coimbra
Resumo: Introdução: O alcoolismo constitui-se como a terceira causa de mortalidade em Portugal, funcionando frequentemente como uma estratégia mal-adaptativa de resolução de problemas. A sintomatologia ansiosa, depressiva e de stress, poderá decorrer, assim como precipitar, a Perturbação do Uso do Álcool, que por sua vez parece estar associada a experiências traumáticas precoces. O consumo patológico de álcool e as experiências traumáticas poderão ainda correlacionar-se com a vivência de experiências dissociativas. Objetivos: Análise da intensidade de estados emocionais negativos, experiências traumáticas, formas de autocriticismo e experiências dissociativas em alcoólicos abstinentes, comparativamente com uma amostra da comunidade. Metodologia: Avaliaram-se 79 alcoólicos abstinentes, em medida de internamento durante três semanas na Unidade de Alcoologia, e 73 indivíduos da comunidade, através da Escala de Ansiedade, Depressão e Stress 21, Escala das Experiências Traumáticas, Escala das Formas do Autocriticismo e Autotranquilização e Escala das Experiências Dissociativas. Resultados: Quando comparados com a amostra da comunidade, a amostra de alcoólicos abstinentes apresentou valores mais elevados em todos os estados emocionais negativos, experiências traumáticas, formas de autocriticismo e experiências dissociativas. A análise correlacional indicou, ao contrário dos resultados obtidos na amostra da comunidade, que as experiências traumáticas nos alcoólicos abstinentes, se relacionaram apenas com as experiências dissociativas. Discussão: O elevado número de experiências traumáticas associa-se à Perturbação de Uso do Álcool. Desta forma, tanto as experiências dissociativas, como o consumo de álcool, poderão representar um mecanismo de evitamento experiencial face a acontecimentos traumáticos. Reconhecendo o carácter multidimensional desta perturbação, sugere-se o investimento nas Terapias Cognitivo-Comportamentais de Terceira Geração, para a promoção de estratégias adaptativas de regulação emocional em alcoólicos abstinentes. || in, as well as precipitate an Alcohol Use Disorder, which seems to be related to traumatic experiences. The pathological consumption of alcohol and traumatic experiences may also be correlated with dissociative experiences. Objectives: Analyze of the intensity of negative emotional statuses, traumatic experiences, forms of self-criticism, and dissociative experiences in abstinent alcoholics, compared with a sample of the community. Methods: 79 male abstinent alcoholics internees during three weeks on the Unit of Alcohology and 73 individuals from the community were evaluated, through the Depression Anxiety Stress Scales, Traumatic Experiences Checklist, Forms of Self- Criticizing and Reassuring Scale and Dissociative Experiences Scale. Results: When compared with the community sample, abstinent alcoholics presented higher scores in all negative emotional states, traumatic experiences, self-criticism ways, and dissociative experiences. The correlation analysis indicated, as opposed to the results obtained in the community sample, that the traumatic experiences in abstinent alcoholics only correlates with the dissociative experiences. Discussion: A high number of traumatic experiences is associated with the Alcohol Use Disorder. Given this, the dissociative experiences, as like alcohol, may represent an experimental avoidance strategy when facing traumatic events. Recognising the multidimensional character of this disorder, we suggest the investment in the third wave of Cognitive-Behavioral Therapies, to promote adaptive strategies for emotional regulation in abstinent alcoholics.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/788
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Joana Rodriguesfinal.pdf424.82 kBAdobe PDFVer/Abrir    Request a copy


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.