-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/803
Título: Autoconceito e Comportamento em Adolescentes de uma Escola Técnica Profissional
Autores: Marques, Carla Jacinta dos Santos
Simões, Sónia (Orientadora)
Palavras-chave: Autoconceito - Self-concept
Problemas comportamentais - Behavior problems
Adolescentes - Adolescents
Data: 2013
Editora: ISMT
Resumo: Ao longo do tempo, a literatura tem destacado a importância do impacto do autoconceito no comportamento de crianças e adolescentes. Assim, a presente investigação tem como o principal objetivo analisar a relação entre o autoconceito e os comportamentos de adolescentes que frequentam uma Escola Técnica Profissional de Coimbra. A amostra foi composta por 56 alunos, 30 são do sexo masculino e 26 do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 14 e os 18 (M = 16,1). O protocolo do estudo englobou o Piers-Harris Children’s Self-Concept Scale (PHCSCS-2), para avaliar o autoconceito dos adolescentes, e o Youth Self Report (YSR), que avaliou os problemas de comportamento. Os resultados desta investigação demonstram que os adolescentes que têm uma média de notas igual ou superior a 3 têm um autoconceito mais elevado. Relativamente aos problemas de comportamento, em específico, o nosso estudo mostrou que no comportamento antissocial são os rapazes que apresentam os valores mais elevados, enquanto as raparigas têm pontuações mais altas nas queixas somáticas. Verificou-se também que existe uma tendência para os jovens mais velhos se isolarem mais e para desenvolverem psicopatologia. Quanto às notas escolares, são os adolescentes que têm uma média de notas inferior a 3 que apresentam mais comportamentos antissociais e de isolamento. Destaca-se a existência de associações entre o autoconceito global e os problemas de comportamento, nomeadamente associações negativas com as dimensões comportamento antissocial, problemas de atenção e hiperactividade e ansiedade/depressão. O autoconceito global apresenta, ainda, associações significativas negativas com a síndrome de externalização, e com a síndrome de internalização e o total de psicopatologia. Assim, os adolescentes que manifestam mais problemas de comportamento têm um autoconceito mais baixo. Estes resultados fortalecem a ideia de que o autoconceito e os problemas de comportamento internalizantes e externalizantes dos adolescentes tendem a estar relacionados e que, quanto menor o autoconceito dos adolescentes, mais estes parecem ter uma propensão para manifestar problemas de comportamento. / Over time, the literature has highlighted the importance of the impact of self-concept in the behavior of children and adolescents. So, this research has the main objective to analyze the relationship between self-concept and behavior of adolescents attending a vocational technical school in Coimbra. The sample consisted in 56 students, 30 of them males and 26 females, aged between 14 and 18 (M = 16,1). The study protocol included the Piers-Harris Children’s Self-Concept Scale (PHCSCS-2), to evaluate the adolescents' self-concept, and the Youth Self Report (YSR), which evaluated the behavioral problems. The results of this investigation show that adolescents who have a mean grades equal or less to 3 have a higher self-concept. For behavior problems, in particular, our study showed that antisocial behavior in boys are showing the highest values, while girls have higher scores on somatic complaints. There was also a trend for older youth to isolate themselves more and develop psychopathology. As for school grades, teenagers who have an average grade point below 3 shows more antisocial behavior and isolation. We highlight the existence of associations between self-concept and overall behavior problems, including negative associations with the dimensions of antisocial behavior, hyperactivity, attention problems and anxiety/depression. The overall self-concept also presents significant negative associations with externalizing syndrome and internalizing syndrome and the total of psychopathology. These results support the idea that the self-concept and the internalizing and externalizing behavior problems in adolescents tend to be related and that the lower the self-concept of adolescents, the more they seem to have a propensity to manifest behavior problems.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/803
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese.pdf2.91 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.