Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/804
Título: O Percurso da Griança/Jovem Institucionalizado(a) em Centro de Acolhimento Temporário
Autores: Gomes, Joana Camões
Simões, Sónia (Orientadora)
Azeiteiro, Ana (Coorientadora)
Palavras-chave: Institucionalização - Institutionalization
Centro de Acolhimento Temporário - Temporary Refuge Center
Crianças - Children
Jovens - Youngsters
Data: 2012
Editora: ISMT
Resumo: Na sociedade atual, é comumente aceite que o desenvolvimento integral e saudável dos indivíduos só é possível em condições favoráveis de proteção física, moral e social. Os Centros de Acolhimento Temporário (CAT) visam proporcionar às crianças/jovens a satisfação de todas as suas necessidades básicas, promover sempre que possível a sua reintegração na família e na comunidade e, ainda, facultar os meios que contribuam para a sua valorização pessoal e social. O foco deste estudo consiste em caraterizar o percurso de crianças/jovens institucionalizadas no Centro de Acolhimento Temporário Casa do Pai (CPA) da Fundação Bissaya Barreto, em Coimbra, ao longo de 12 anos. Para tal, procedeu-se à análise documental dos processos individuais de cada criança/jovem. Esta amostra é constituída por 38 crianças/jovens, que foram acolhidas na CPA entre junho de 2000 e junho de 2012, sendo 47,4% raparigas e 52,6% rapazes, com idades compreendidas no momento do estudo entre os 4 e os 22 anos, com uma média de idades de 15,55 anos (DP = 4,06). A maior parte das famílias destas crianças/jovens institucionalizadas na CPA é monoparental, estando os pais divorciados/separados. Quanto à saúde das crianças/jovens, quase metade tem problemas diagnosticados e recebeu psicoterapia enquanto que, em relação ao apoio pedopsiquiátrico, a maioria não necessitou deste. No que respeita ao sucesso escolar, notou-se que houve muito menos retenções durante o acolhimento na CPA, do que antes deste. Os resultados realçam que os principais motivos de acolhimento na CPA foram o abandono e a negligência parentais. As crianças e jovens institucionalizados permaneceram na CPA dois ou mais anos, mais tempo do que o previsto por lei. Destaca-se, ainda, que a instituição fomenta, sempre que possível, o contacto destas crianças/jovens com a família de origem, refletindo-se igualmente na preferência pelo acolhimento de crianças do distrito de Coimbra. Por fim, no contexto do acolhimento, o apoio psicológico e ao estudo parecem ser fundamentais para o desenvolvimento equilibrado destas crianças/jovens e até para compensar o seu percurso de vida atribulado. Assim, este estudo sobre o papel dos CAT no desenvolvimento de crianças/jovens em perigo, aponta para a necessidade de uma constante reflexão acerca do impacto da institucionalização na construção de uma identidade individual e social. / In modern time’s society, it is commonly accepted that the complete and healthy development of individuals is only possible in positive conditions concerning physical, moral and social protection. The Temporary Refuge Centers aim to give children/youngsters the satisfaction of all of their basic needs, to promote their reinstatement in the family and in the community and, yet, to provide the means that contribute to their personal e social appreciation. The goal of this study is to characterize the trajectory of children/youngsters institutionalized in the temporary refuge center Casa do Pai (CPA), from Fundação Bissaya Barreto, in Coimbra, along 12 years. For this, we proceeded to the documental analysis of the individual processes of each child/youngster. This sample was constituted by 38 children/youngsters that were accepted in CPA between June of 2000 and July of 2012, which 47,4% of these were girls and 52,6% were boys, with ages between 5 and 22, with an average of 15,55 years (DP=4,06). Most families of the children/youngsters institutionalized are from single parent families, as the parents are divorced or apart. In what concerns health, almost half of these children/youngsters has diagnosed problems and received psychotherapy. But the majority of the children/youngsters didn’t have psychological support. In what concerns school achievements, there were less failures after entering CPA than before. The results show that the main reasons for refuge in CPA were abandonment and parents’ neglect. The children/youngsters institutionalized in CPA stayed for two or more years, longer that the law predicts. It stands that the institution promotes, as many times as possible, the contact between the children/youngsters and the original family, reflected in the preference for the acceptance of children living in Coimbra’s district and in the promotion of visits in the institution or in the parents’ home. In the context of refuge children/youngsters, the psychological and school support seems to be fundamental to their balanced development even to make up for their troubled life journey. Therefore, this study about the important role of Temporary Refuge Centers in the development of children/youngsters in danger, points out the need of a constant reflection about the impact of this institutionalization in the construction of an individual and social identity.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/804
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE FINALLLL.pdf856.79 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir
ANEXO 1 - tese.pdf165.74 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.