Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/856
Título: As Linhas Cruzadas da Inserção da Pessoa com Doença Mental no Mercado de Trabalho: reflexão em torno de uma experiência de trabalho em Portugal e na Alemanha
Autores: Correia, Paula Alexandra Carvalho
Guadalupe, Sónia (Orientadora)
Palavras-chave: Saúde Mental - Mental Health
Mercado de trabalho - Labor market
Autodeterminação - Self-determination
Betreuer - Betreuer
Serviço Social - Social Work
Data: 2018
Editora: ISMT
Resumo: O processo de inserção no mercado de trabalho da pessoa com doença mental encerra enorme complexidade, implicando estratégias interventivas e o desenvolvimento de políticas sociais. Partindo da nossa experiência de trabalho em Portugal e na Alemanha, apresentamos uma análise reflexiva focada em tal processo. A reflexão aborda questões como a promoção da cidadania, da autodeterminação, do recovery e da emancipação da pessoa com doença mental, por um lado, assim como o paternalismo e a regulação social, por outro, centrando-se no papel do Assistente Social na área da saúde mental, nas políticas sociais favorecedoras da inserção no mercado de trabalho e no papel do Betreuer ou Tutor, figura prevista na politica social alemã que tem como funções a representação e a promoção do bem estar da pessoa com doença mental. Conclui-se que há necessidade de aprofundar reflexivamente as questões axiológicas e metodológicas da intervenção do Serviço Social na área da saúde mental, assim como participar na promoção de políticas públicas que promovam a autodeterminação dos cidadãos com doença mental. / The process of integration into the labor market of the person with mental illness is extremely complex, involving intervention strategies and the development of social policies. Starting from our work experience in Portugal and Germany, we present a reflexive analysis focused on this process. The reflection addresses issues such as the promotion of citizenship, self-determination, recovery and emancipation of the person with mental illness, on the one hand, as well as paternalism and social regulation, on the other, focusing on the role of the Social Worker in the mental health area, social policies leading to integration in the labor market and the role of the Betreuer or Tutor, a role provided in German social policy whose function is to represent and promote the welfare of the person with mental illness. We conclude that there is a need to deepen reflection on the axiological and methodological issues of the Social Work intervention in the area of mental health, as well as to participate in the enhance of public policies that promote self-determination of citizens with mental illness.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/856
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado em Serviço Social

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PAULA MELRO 19.03.2018SG Tese final (1).pdf533.74 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.