Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/884
Título: Influência da Vergonha e das suas Memórias Traumáticas na Psicopatologia Alimentar em Mulheres com e sem Excesso de Peso
Autores: Lameiras, Helena da Nazaré Martins
Matos, Marcela (Orientadora)
Palavras-chave: Memórias traumáticas de vergonha precoces - Early shame traumatic memories
Vergonha externa e interna - External and internal shame
Psicopatologia alimentar - Eating psychopathology
Excesso de peso - Overweight
Data: 2013
Editora: ISMT
Resumo: Experiências de vergonha precoces de cariz traumático podem influenciar de forma significativa, a maturação e funcionamento psicobiológico. Estudos recentes mostram que experiências de vergonha da infância e adolescência não só podem constituir-se como memórias traumáticas e autobiográficas, como ainda aparecem associadas à vergonha atual e à psicopatologia, em especial à depressão. Também recentemente, a obesidade e o excesso de peso têm vindo a ser cada vez mais alvo de diversas investigações. Entre alguns dos aspetos psicopatológicos mais investigados relacionados com o excesso de peso, podemos citar a baixa auto estima, a depressão, a ansiedade, a perturbação da imagem corporal e as perturbações do comportamento alimentar. O presente estudo explora as memórias traumáticas de experiências de vergonha na infância e adolescência, a vergonha, e a sua relação com a psicopatologia alimentar, em mulheres com e sem excesso de peso. Para o efeito foi constituída uma amostra da população geral, constituída por 157 participantes, dos quais 80 com excesso de peso e 77 sem excesso de peso, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos de idade, na maioria residentes no distrito de Leiria. Para este estudo recorremos a um conjunto de questionários de autorresposta, composto pelas escalas IES-R Impacto do evento traumático, OAS-vergonha externa, ISS-vergonha interna e EDE-Q-Questionário da alimentação, composto pelas subescalas restrição alimentar, preocupação alimentar, preocupação com o peso, e preocupação forma corporal. Os resultados obtidos no presente estudo evidenciam que o grupo de mulheres com excesso peso apresenta uma tendência para valores médios mais elevados de psicopatologia alimentar, vergonha interna e externa, comparativamente ao grupo de mulheres sem excesso de peso. Nos resultados também foram encontradas evidências que as memórias traumáticas de vergonha na infância e adolescência e a vergonha atual, estão associadas à psicopatologia alimentar. Foram encontradas correlações mais fortes nas mulheres com excesso de peso, principalmente entre vergonha interna e a preocupação alimentar. A presente investigação contribui para compreender melhor a relação existente entre as memórias traumáticas de vergonha, a vergonha atual, e a psicopatologia alimentar em mulheres com e sem excesso de peso. / Early shame experiences with a traumatic nature can significantly influence maturation and psychobiological functioning. Recent studies show that shame events in childhood and adolescence can become traumatic and autobiographical memories. These shame events also appear associated with current shame and psychopathology, in particularly depression. Recently, obesity and overweight have been increasingly subject to numerous investigations. Among some of the most investigated psychopathological aspects related to overweight, it is worth mentioning low self-esteem, depression, anxiety, body image disturbance and eating disorders. This study explores shame traumatic memories from childhood and adolescence, current shame and their relationship with eating psychopathology in overweight and nonoverweight women. For this purpose a sample of the general population was recruited, consisting of 157 participants, out of which 80 were overweight and 77 non-overweight, aged between 18 and 65 years of age, most of which lived in the Leiria district. For this study a set of self-response questionnaires were used, composed by scales the IES-R The Impact of Traumatic Event scale, OAS - External Shame, ISS-Internal Shame, , and EDE-Q Eating Disorder Examination Questionnaire, composed by a subscale of food restriction, food concerns, weight and body shapeconcerns. The results suggest that the group of overweight women have a tendency to present higher eating psychopathology as well as internal and external shame when compared to non-overweight women. The results also indicate evidence that shame traumatic memories from childhood and adolescence and current shame are associated with eating psychopathology. The strongest correlations were found in overweight women, mainly between shame and concern internal feed. This research contributes to a better understanding of the relationship between traumatic memories of shame in childhood and adolescence, the shame, and psychopathology, so far little explored between women with and without excess weight.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/884
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado Psicologia Clínica Helena Lameiras.pdf771.95 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.