-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/887
Título: Declínio Cognitivo e Depressão em Idosos Institucionalizados do Meio Rural e Urbano do Distrito de Coimbra
Autores: Fernandes, Daniela Sofia dos Santos
Espirito-Santo, Helena (Orientadora)
Palavras-chave: Declínio cognitivo - Cognitive impairment
Sintomas depressivos - Depressive symptoms
Idosos - Elderly
Urbano e rural - Urban and rural
Data: 2014
Editora: ISMT
Resumo: Com síntese em estudos, verificou-se que a depressão está associada ao funcionamento cognitivo apresentando uma dificuldade constante na população idosa. Desta forma, o principal objetivo do nosso estudo é verificar se o funcionamento cognitivo e os sintomas depressivos apresentam diferenças entre o meio rural e o meio urbano. Para conseguinte, foi do nosso interesse avaliar os resultados apresentados no Mini Mental State Examination (MMSE) e Geriatric Depression Scale (GDS). Numa amostra de 639 idosos, em que 271 são do meio urbano e 368 do meio rural, verificámos que as pontuações do MMSE foram significativamente superiores no meio urbano (M = 21,93; DP = 5,52) comparadas com o meio rural (M = 20,52; DP = 5,6; p < 0,01). As pontuações médias do GDS foram superiores no meio rural (M = 14,51; DP = 6,66) em comparação com o meio urbano (M = 13,97; DP = 6,44), estas diferenças não foram significativas. Com recurso à regressão múltipla hierárquica, verificámos que a escolaridade (β = 0,38; p = 0,00) e a profissão (β = 0,08; p = 0,04) são os principais aspetos com efeito no funcionamento cognitivo. Para os sintomas depressivos, os principais aspetos com efeito foram o sexo (β = 0,13; p = 0,001), escolaridade (β = -0,11; p = 0,01) e a profissão (β = -0,13; p = 0,002). Assim verificámos que, o meio urbano e/ou rural não se revelou como preditor do MMSE e do GDS. Estes resultados salientam a necessidade de estratégias de prevenção e intervenção, quer para o declínio cognitivo, quer para a sintomatologia depressiva, principalmente nos idosos com baixa escolaridade e nos que exerceram profissão manual, com objetivo de proteger o declinar das funções cognitivas e dos sintomas depressivos. / Studies revealed that depression in the elderly population is associated with a constant strain over the cognitive function. Thus, the main objective of our study is to verify whether cognitive functioning and depressive symptoms differ between rural and urban settings. Hence, we applied the Mini Mental State Examination (MMSE) and Geriatric Depression Scale (GDS) instruments and focused on evaluating the results.. Within a sample of 639 elderly patients, 271 living in an urban setting and 368 a rural setting, we found that MMSE scores were significantly higher the former (M = 21.93, SD = 5.52) when compared the later (M = 20.52, SD = 5.65; p < 0,001). Mean GDS scores were higher in rural areas (M = 14.51, SD = 6.66) when compared with urban areas (M = 13.97, SD = 6.44), these differences were not considerable. Using hierarchical multiple regression, we found that education (β = 0.38, p = 0.00) and occupation (β = 0.08, p = 0.04) are the key issues that act on cognitive functioning. Regarding depressive symptoms, the key issues were sex (β = 0.13, p = 0.001), education (β = -0.11, p = 0.01) and occupation (β = -0.13; p = 0.002). Thus we verified that the setting urban and / or rural did not act as a predictor of MMSE and GDS. These results highlight the need for prevention and intervention strategies, both for cognitive disorder, and for depressive symptoms, especially in older adults with low education and those who carried out manual labor, in order to protect them from their deteriorating cognitive function and depressive symptoms.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/887
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Daniela Sofia Santos Fernandes.pdf666.23 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.