-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/916
Título: Rastreio cognitivo em estruturas residenciais para pessoas idosas no Concelho de Miranda do Corvo, Portugal.
Outros títulos: Cognitive screening for older people in long-term care institutions in the Miranda do Corvo municipality, Portugal.
Autores: Daniel, Fernanda
Fernandes, Vanessa
Silva, Alexandre
Espirito-Santo, Helena
Palavras-chave: Pessoas idosas
Institucionalização
Défice cognitivo
Rastreio cognitivo
Older people
Institutionalization
Cognitive deficit
Cognitive screening
Data: 2018
Editora: Ciência & Saúde Coletiva
Citação: Daniel, F., Fernandes, V., Silva, A., Espirito-Santo, H. (2018). Rastreio cognitivo em estruturas residenciais para pessoas idosas no Concelho de Miranda do Corvo, Portugal. Ciência & Saúde Coletiva [periódico na internet] (2018/Mai). [Citado em 15/10/2018]. Está disponível em: http://www.cienciaesaudecoletiva.com.br/artigos/rastreio-cognitivo-em-estruturas-residenciais-para-pessoas-idosas-no-concelho-de-miranda-do-corvo-portugal/16770?id=16770
Resumo: Com o objetivo de efetuar o rastreio do perfil cognitivo dos residentes em Estruturas Para Idosos no Concelho de Miranda do Corvo, avaliaram-se 174 participantes recorrendo ao Mini-Mental State Examination (MMSE) (n = 96) e ao diagnóstico de demência reportado nos prontuários dos pacientes (n = 78). Verificou-se, através do MMSE, que 41,7% dos inquiridos apresentavam pontuações sugestivas de déficit cognitivo. Adicionando a este resultado o diagnóstico de demência reportado nos prontuários dos pacientes, a percentagem subiu para 67,8 (n = 118). A comparação dos nossos resultados com os obtidos a nível nacional revelou que essa percentagem foi significativamente superior (p < 0,001). A escolaridade foi um fator preditivo da pontuação do MMSE (p = 0,001). Conclui-se que a elevada prevalência de suspeita de déficit cognitivo e de demência revelada no nosso estudo deve remeter para a reflexão sobre a adequação dos cuidados prestados e sobre a ausência/escassez de programas de estimulação cognitiva nas estruturas residenciais para idosos. Nesse sentido, torna-se imperativo implementar avaliação cognitiva regular e instituir programas de intervenção que promovam a conservação e melhoria do funcionamento cognitivo em pessoas institucionalizadas de zonas desfavorecidas. || With the intent to screen the cognitive profile of older people living in long-term care institutions in Miranda do Corvo municipality, 174 participants were assessed using the Mini-Mental State Examination (MMSE) (n = 96) and the clinical dementia diagnosis (n = 78). According to the MMSE, 41.7% of respondents had scores suggestive of cognitive impairment. The percentage rose to 67.8% (n = 118) by adding the diagnosis of dementia reported in individual clinical files to this result. The comparison of our results with those obtained nationwide showed that this proportion was significantly higher (p < .001). Educational level was a predictive factor for MMSE scores (p = .001). Concluding, the high prevalence of suspected cognitive impairment and dementia revealed in our study lead us to the reflection on the quality of care and on the absence/rarity of cognitive stimulation programs in long-term care institutions for older people. In this sense, it is imperative to implement regular cognitive assessment and to apply intervention programs for the preservation and improvement of the cognitive functioning of institutionalized elderly of deprived areas.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/916
Aparece nas colecções:Publicações Científicas Psicologia



Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.