-
Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/938
Título: Desenvolvimento da Versão Portuguesa do Questionário de Nomofobia (NMP-Q-PT): estudo da estrutura fatorial e propriedades psicométricas
Autores: Loureiro, Daniela Fernandes
Galhardo, Ana (Orientadora)
Palavras-chave: Nomofobia - Nomophobia
Smartphone - Smartphone
Estrutura fatorial - Factor structure
Propriedades psicométricas - Psychometric properties
Data: 2018
Editora: ISMT
Resumo: A nomofobia (no mobile phone phobia) poderá vir a ser uma fobia da atualidade e consiste no medo de ficar sem telemóvel, mais propriamente sem acesso ao smartphone ou Internet, provocando alterações negativas na vida dos indivíduos. Com o intuito de avaliar este construto foi desenvolvido o Nomophobia Questionnaire (NMP-Q), o qual se mostrou uma medida válida e fidedigna. O presente estudo pretendeu desenvolver uma versão portuguesa do Questionário de Nomofobia (NMP-Q) e explorar da sua estrutura fatorial e características psicométricas numa amostra da população geral. Uma amostra de 203 indivíduos foi recrutada em dois formatos. Um primeiro formato presencial, no qual alunos dos diferentes cursos do Instituto Superior Miguel Torga preencheram um protocolo de avaliação em suporte de papel e um segundo formato, no qual os dados foram recolhidos através de uma plataforma online. Em ambos os formatos foi solicitado o consentimento informado, e foram preenchidos um questionário sociodemográfico, o Questionário de Nomofobia (NMPQ-PT), a Smartphone Adiction Scale- Short Version (SAS-SV) e as Escalas de Ansiedade, Depressão e Stress (EADS-21). No que se refere à análise da estrutura fatorial do NMP-Q-PT, foi testado um modelo de 4 fatores, de acordo com o indicado na versão original. Desta análise observou-se que a reespecificação do modelo incluindo o estabelecimento de correlações entre os resíduos dos itens 5 e 6, 17 e 20, 11 e 14, conduzia a um melhor ajustamento do modelo, tendo sido obtidos os seguintes índices de ajustamento: χ2/gl = 2.26; CFI = .945; GFI = .849; RMSEA = .079; MECVI = 2.347. Quanto à consistência interna, avaliada através do alfa de Cronbach, o valor encontrado para a versão portuguesa NMPQ-PT foi de .96. Adicionalmente foi efetuado o cálculo da consistência interna através da fiabilidade compósita (FC) que revelou um valor de .97. No que respeita às correlações entre o NMPQ-PT e o SAS-SV, que avalia a dependência ao smartphone, observou-se uma correlação positiva (r = .70; p < .001). Foram ainda observadas correlações positivas, estatisticamente significativas entre o NMP-Q-PT e os sintomas emocionais negativos de depressão (r = .19; p < .001), ansiedade (r = .19; p < .001) e stress (r = .20; p < .001) da EADS-21. De referir que este estudo permitiu a disponibilização, em língua portuguesa, de um instrumento de autorresposta, válido e fidedigno para avaliar a nomofobia. / The nomophobia (no mobile phone phobia) may be considered a specific phobia of nowadays. It is characterized by the fear of being without a mobile phone, without a smartphone or Internet, inducing negative changes in the individual life. In order to assess this construct, the Nomophobia Questionnaire (NMP-Q) was developed and proved to be a valid and reliable measure. The aim of the current study was to develop a Portuguese version of the Nomophobia Questionnaire (NMP-Q) and explore its factor structure and psychometric characteristics in a general population sample. A sample of 203 participants was recruited in two formats. A paper pencil form was applied to students attending Instituto Superior Miguel Torga, a second group was recruited online. In both formats the informed consent was obtained and participants completed a sociodemographic questionnaire, the Nomophobia Questionnaire (NMPQ-PT), the Smartphone Admission Scale - Short Version (SAS-SV) and the Anxiety, Depression and Stress Scales (EADS21). According to the original version a 4-factor model was tested. Results suggested that defining correlations between items 5 and 6, 17 and 20, 11 and 14 would improve the fit. This second model was tested and fit indexes were: χ2/gl = 2.26; CFI = 0.945; GFI = 0.849; RMSEA = 0.079; MECVI = 2,347. Concerning internal consistency, a Cronbach's alpha of .96 was found for the Portuguese version. Composite reliability was also analyzed and a value of .97 was found. Regarding correlations between the NMPQ-PT and the SAS-SV, results showed a positive correlation (r = .70; p <.001). Positive correlations were also found between NMP-Q-PT and depressive symptoms (r = 0.19; p <0.001), anxiety symptoms (r = 0.19; p <.001) and stress symptoms (r = .20; p <0.001) of EADS-21. The current study allowed to achieve a Portuguese version of the NMP-Q that showed to be a valid and reliable instrument for the assessment of nomophobia.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/938
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado_Daniela Loureiro.pdf1.39 MBAdobe PDFVer/Abrir
Anexos e Apêndices_Daniela Loureiro.pdf934.08 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.