Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt:8080/jspui/handle/123456789/967
Título: A (in)visibilidade do Trabalhador Homossexual: um estudo sobre discriminação negativa e positiva em contexto laboral
Autores: Sousa, Sandra Sofia Galhano de
Matos, Fátima Ney (Orientadora)
Palavras-chave: Organização - Organization
Discriminação - Discrimination
Trabalhador - Worker
Homossexual - Homosexual
Data: 2018
Editora: ISMT
Resumo: Trabalhadores homossexuais são, constantemente, vítimas de discriminação no contexto laboral. Esta discriminação pode ser sentida, de forma negativa (quando a sua sexualidade prejudica a sua experiência na organização), ou de uma forma positiva (quando de alguma forma a sua sexualidade contribui para a sua experiência na organização). Assim, o objetivo desse trabalho é compreender as experiências de discriminação positiva e negativa em contexto laboral. A partir de uma abordagem qualitativa, realizamos entrevistas semiestruturadas a trabalhadores homossexuais (gays e lésbicas), nas suas experiências laborais. Os resultados mostraram que trabalhadores homossexuais ainda são muito estigmatizados dentro das suas organizações e que a discriminação por orientação sexual, apesar de prevista no Código Penal como crime e protegida pela lei do Código do Trabalho, ainda é uma realidade assente nas organizações, a afetar tanto a função do trabalhador homossexual como a sua vida afetiva. Concluiu-se assim que, apesar de a maior parte dos entrevistados revelarem ter sido apenas vítimas de discriminação indireta, o estigma homossexual ainda está muito enraizado dentro das organizações e longe de ser algo normativo. / Homosexual workers are constantly victims of discrimination in the workplace. This discrimination can be negatively felt (when your sexuality impairs your experience in the organization), or in a positive way (when in some way your sexuality contributes to your experience in the organization). Thus, the objective of this work is to understand the experiences of positive and negative discrimination in a work context. From a qualitative approach, we conduct semi-structured interviews with homosexual workers (gays and lesbians) in their work experiences. The results showed that homosexual workers are still highly stigmatized within their organizations and that discrimination based on sexual orientation, although envisaged in the Criminal Code as a crime and protected by the Labor Code, is still a reality based on organizations, affecting both the role of the homosexual worker and his affective life. It was concluded that, although most of the respondents revealed that they were only victims of indirect discrimination, homosexual’s stigma is still very much rooted within organizations and far from being normative.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/967
Aparece nas colecções:Dissertações e Relatórios de Mestrado J-P-E

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese Sandra Sousa.pdf419.33 kBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.