Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/968
Título: The Quality of Sleep of an Online Sample of the European Portuguese Population
Autores: Viana, Maria Luís Martins Bettencourt
Espirito-Santo, Helena (Orientadora)
Palavras-chave: Sono - Sleep
Pittsburgh Sleep Quality Index - Pittsburgh Sleep Quality Index
Qualidade do sono - Sleep quality
População portuguesa - Portuguese sample
Online - Online
Data: 2019
Editora: ISMT
Resumo: Purpose: The objective of the present investigation was to evaluate the prevalence of the sleep quality in a European Portuguese sample, that was recruited online. Method: The data was collected in an online sample of 739 subjects with ages equal and above of 19 years old to 98 years old, through the sociodemographic questionnaire, General Sleep Inventory (GSI), and Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI). Results: The statistical analysis to analyze the quality of sleep of a European Portuguese online sample, PSQI showed to have an internal consistency, of .71. Some individual differences that showed significant difference (p < 0.01) were sex, childhood sleep, medication, usage of tea to induce sleep and, multiple sleep disturbances. Conclusion: The results support the validity and the applicability of the scale. It also highlighted that tea and milk were sought out by people with worse sleep quality, that the childhood sleep habit maintained throughout life and females showed a worse sleep quality. / Objetivo: O objetivo desta investigação foi para avaliar a prevalência da qualidade do sono numa amostra portuguesa que foi recolhida online. Método: A amostra foi constituída por 739 pessoas entre os 19 e os 98 anos de idade, avaliada através de um questionário sociodemográfico, do Inventário geral do sono (GSI), e Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI). Resultados: A análise estatística para a avaliação da prevalência da qualidade de sono de uma amostra online da população portuguesa, o PSQI apresentou um valor de alfa de Cronbach de 0,71. Algumas diferenças individuais que mostraram ter diferença significante (p < 0,01) foi o sexo, o sono em criança, a medicação, o uso de bebidas para ajuda do sono e, múltiplas perturbações do sono. Conclusão: Os resultados obtidos apoiam a capacidade de rastreio da escala do PSQI na população portuguesa. Outros pontos importantes foram que o chá e o leite eram procurados por pessoas com pior qualidade de sono, que os hábitos de criança para dormir se mantinham e que o sexo feminino apresentava uma pior qualidade de sono.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/968
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FINAL THESIS.pdf
  Restricted Access
939.92 kBAdobe PDFVer/Abrir Request a copy


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.