Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1246
Título: Satisfação e Preocupações dos Professores do Ensino Básico e Secundário e Variáveis Psicológicas (Sintomatologia Psicopatológica e Autocompaixão)
Autores: Tomás, Rui Filipe Lopes
Simões, Sónia (Orientadora)
Palavras-chave: Satisfação docente - Teacher satisfaction
Motivação - Motivation
Bem-estar psicológico - Psychological well-being
Stress - Stress
Sintomas psicopatológicos - Psychopathological symptoms
Auto compaixão - Self-compassion
Data: 2020
Editora: ISMT
Resumo: Objetivos: Os professores exercem um papel influente na equidade, acesso e qualidade da educação, sendo um elemento-chave para o desenvolvimento global sustentável dos alunos e da instituição em si. Pela importância desta temática, o objetivo geral deste estudo visa analisar a satisfação e as preocupações dos professores em relação ao trabalho, bem como estudar a possível presença de sintomatologia psicopatológica e os níveis de autocompaixão, em função de algumas variáveis sociodemográficas e profissionais. Metodologia: A amostra foi constituída por 1239 professores do Ensino Básico e Ensino Secundário de Portugal continental e região autónoma dos Açores (M = 49,40 anos; DP = 7,85) que aceitaram responder ao protocolo de investigação composto pelos seguintes instrumentos: Questionário Sociodemográfico e de Satisfação Docente; Inventário de Sintomas Psicopatológicos (BSI) e Escala de Autocompaixão (SELFCS). Resultados: Na amostra selecionada, a maioria dos participantes (78%) afirmaram não estarem satisfeitos comparativamente ao início da sua carreira. Como motivos da sua insatisfação, surgem sobretudo a falta de reconhecimento no exercício da profissão, a falta de respeito por parte dos alunos e a falta de preocupação dos pais em relação aos educandos. Porém, a maior parte da amostra mostrou-se "positiva" na relação com o trabalho docente, mesmo que uma percentagem significativa destes tenha alegado estar exausta (29,1%) e desiludida (26%). São a "Sociedade" e o "Ministério da Educação" as principais fontes da falta de reconhecimento, sendo a indisciplina apresentada pelos alunos e a extensão curricular os problemas que parecem colocar mais dificuldades aos professores da nossa amostra. Também foi possível constatar que os participantes apresentaram médias elevadas nas subescalas somatização, obsessões- compulsões, depressão e ansiedade fóbica, sugerindo assim um maior impacto destas variáveis psicopatológicas no seu funcionamento psicológico e emocional. Foi ainda possível atestar a existência de correlações positivas altas entre alguma sintomatologia psicopatológica e a autocompaixão nos docentes da nossa amostra. Conclusão: Foi possível concluir que os professores parecem apresentar alterações emocionais ao nível do seu funcionamento psicológico, podendo ser desadaptativas no seu quotidiano. Por isso, é importante considerar-se a implementação de planos de intervenção positiva a nível preventivo, salvaguardando e promovendo a saúde e bem-estar psicológico dos professores no sistema de ensino português. / Objectives: Teachers play an influential role in the equity, access and quality of education, being a key element for the sustainable global development of both the students and the institutions. Due to the importance of this theme, the general objective of this study is to analyze the satisfaction and concerns of teachers in relation to work, as well as to study the possible presence of psychopathological symptoms and levels of self-compassion, according to some sociodemographic and professional variables. Methodology: The sample consisted of 1239 teachers of Basic and Secondary Education in mainland Portugal and the autonomous region of Azores (M = 49.40 years; SD = 7.85) who agreed to answer the research protocol comprised of the following instruments: Sociodemographic and Teacher Satisfaction Questionnaires; Brief-Symptoms Inventory (BSI) and Self Compassion Scale (SELFCS). Results: In the selected sample, the majority of the participants (78%) stated that they were not satisfied in comparison to the beginning of their career. As reasons for their dissatisfaction, there is above all the lack of recognition in the exercise of the profession, the lack of respect on the part of the students and the lack of concern of the parents for the students. However, most of the sample has shown to be "positive" in relation to the teaching work, even though a significant percentage of them claimed to be exhausted (29.1%) and disillusioned (26%). Our "Society" and the "Ministry of Education" are the main sources of the lack of recognition, with the indiscipline presented by the students and the curricular extension being the problems that seem to pose more difficulties to the teachers in our sample. It was also possible to verify that the participants had high averages in the subscales somatization, obsessions-compulsions, depression and phobic anxiety, thus suggesting a greater impact of these psychopathological variables on their psychological and emotional functioning. It was also possible to attest to the existence of high positive correlations between some psychopathological symptoms and self- compassion in the teachers of our sample. Conclusion: It was possible to conclude that teachers seem to present emotional changes in terms of their psychological functioning, which can be maladaptive in their daily lives. Therefore, it is important to consider the implementation of positive intervention plans at a preventive level, safeguarding and promoting the health and psychological well-being of teachers in the Portuguese education system.
URI: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1246
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Rui Tomás.pdfDocumento6.32 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.