Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1413
Título: O Trabalho do(a) Assistente Social no Contexto Hospitalar em Tempos de Pandemia: um relato do cotidiano de um hospital da Região Norte da Amazônia Legal
Autores: Andrade, Sandra Márcia de Sá Pitangui de
Matos, Fátima Ney (Orientadora)
Palavras-chave: Serviço Social - Social Work
Covid-19 - Covid-19
Pandemia - Pandemia
Importância - Relevance
Data: 2021
Editora: ISMT
Resumo: Introdução: Juntamente com o avanço da Pandemia, rápido contágio e suas consequências letais, os problemas sociais foram aparecendo. A falta de respostas claras de como enfrentar o problema via imunizantes, estabeleceu-se um remédio amargo que todos foram obrigados a tomar: as medidas de distanciamento e isolamento social. Objetivo: Criar um paralelo entre a história de vida profissional de um assistente social e a resignificação da prática profissional de Serviço Social diante da pandemia do novo Coronavírus. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa qualitativa e também de História de Vida. O instrumento de coleta foi a entrevista narrativa. Resultados: O sujeito da investigação é uma assistente social atuante na linha de frente da pandemia da Covid-19 Hospital de Grande Porte na Região Norte. Através dos autores pesquisados e da história de vida elaborou-se uma estrutura que contém os principais indicadores do assistente social na pandemia. O trabalho da assistência social teve duas vertentes estratégicas de ação durante os percalços na Pandemia, a linha de gestão condiciona todo universo de planejar em conjunto com os profissionais responsáveis em direcionar os esforços, o como, quando, onde, quem e o quanto será direcionado. Na linha de frente, a ocorre a aplicação, execução do trabalho planejado e que chega aos seus propósitos diante o seu público. Conclusão: O profissional deste relato se tornou essencial no combate ao COVID-19. Atuou em ações que norteavam poder público e autoridades a definirem medidas de controle, gestão, planejamento. Na linha de frente atuou no acolhimento, orientação e suporte tanto dos pacientes, familiares, funcionários dos ambientes hospitalares, quanto em programas voltados à comunidade dos municípios componentes das regionais. O panorama advindo da Covid-19 redesenhou as estratégias de trabalho do serviço social, o que garantiu, principalmente, o contato direto com os usuários do hospital, mesmo que virtualmente. Os canais de comunicação virtuais foram ferramentas utilizadas para o trabalho, garantindo acesso às informações, orientações, e conhecimentos aos pacientes, familiares, funcionários. As políticas nacionais de combate ao COVID-19 foram sendo adaptadas, passando de medidas restritivas inicialmente, à quase normalidade pelas distribuições e aplicações dos imunizantes com várias doses. A manutenção do uso de máscaras, certo distanciamento e higienização contribui para a prevenção não somente da COVID, mas também de outros agentes patogênicos.
URI: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/1413
Aparece nas colecções:Dissertações de Mestrado em Serviço Social

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
SANDRA PITANGUI- MESTRADO EM SERVIÇO SOCIAL 2022 (ESCOLA SUPERIOR DE ALTOS ESTUDOS).pdfDocumento1.12 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.