Utilize este identificador para referenciar este registo: http://repositorio.ismt.pt/jspui/handle/123456789/81
Título: Sete mulheres para cada homem? Uma análise sobre relações de masculinidade
Autores: Daniel, Fernanda
Palavras-chave: relações de masculinidade
sexo
género
recenseamentos
mortalidade diferenciada
Data: 2011
Editora: Revista População e Sociedade
Resumo: O artigo analisa relações de masculinidade e tem como unidades de análise catorze recenseamentos efetuados em Portugal, refletindo situações que poderão explicar o desequilíbrio entre os sexos, no contexto social português. No cálculo das relações de masculinidade são utilizados diferentes agrupamentos de idades: agrupamentos quinquenais, agrupamentos baseados nos grandes grupos etários e o conjunto de todas as idades. Os recenseamentos da população permitem constatar que a relação de masculinidade à nascença favorável ao sexo masculino é um dado histórico observável em todos os recenseamentos. Contudo, apesar de nascerem mais indivíduos do sexo masculino e de estes serem em maior número nos primeiros anos de vida, a mortalidade diferenciada entre os sexos origina uma relação numericamente favorável ao sexo feminino nas idades mais maduras. Por outro lado, apesar de o equilíbrio entre os sexos nas idades maduras não estar espelhado nos diferentes recenseamentos, verificam-se mudanças visíveis, a partir do recenseamento de 1981, nomeadamente nas faixas etárias [15 a 19] e [20 a 24] anos, que podem indiciar uma homogeneização de comportamentos entre sexos com consequências na mortalidade.
URI: http://repositorio.ismt.pt/handle/123456789/81
Aparece nas colecções:Publicações Científicas Psicologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Revista 19.pdf4.3 MBAdobe PDFThumbnail
Ver/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.